quinta-feira , fevereiro 23 2017
Home / Poemas e poesias / Quem cantou a saudade do sertão Hoje faz o sertão sentir saudade.

Quem cantou a saudade do sertão Hoje faz o sertão sentir saudade.

Uma belíssima homenagem do poeta Bandeira Junior ao saudoso cantador e poeta de Princesa Isabel, João Paraibano que nos deixou em 2014, em decorrência de um atropelamento de moto na cidade de Afogados da Ingazeira-PE, onde veio a óbito dias depois no hospital.

Quem cantou a saudade do sertão

Nunca o cine-teatro de Afogados
Viu um filme tão triste como esse,
Que quem viu não desperta o interesse
De rever entre os filmes reprisados,
Teve gente de todos os estados
Do nordeste pra ver a majestade
Que foi célebre sem ser celebridade,
Mas ilustre por toda região…
Quem cantou a saudade do sertão
Hoje faz o sertão sentir saudade.

Deus é pai que não erra,é sem engano,
Para Deus não existe o por acaso,
Já viemos à terra com um prazo,
Já viemos à terra com um plano.
Nascerá outro João Paraibano
Quando Deus,a suprema autoridade,
Liberar na espiritualidade
Seu processo de reencarnação…
Quem cantou a saudade do sertão
Hoje faz o sertão sentir saudade.

A viola desmaterializou-se
Para João em espírito tocar nela,
Eu não sou,da família,parte dela
Mas eu tento passar como se fosse,
Sua essência poética era tão doce
Adoçada de genuinidade,
Se a matéria tem prazo e validade
Mas eu tenho certeza,a alma não!
Quem cantou a saudade do sertão
Hoje faz o sertão sentir saudade.

Quando o médico o sedou por sua veia
João ficou como quem tava dormindo,
O botão duma rosa se abrindo
Qualquer um que espera,sempre anseia.
O espírito de João hoje passeia
Pelas vias da imortalidade
A família agradece de verdade
Os Abraços em forma de oração…
Quem cantou a saudade do sertão
Hoje faz o sertão sentir saudade.

Quem mostrou do sertão toda beleza
Do carão ao silêncio da cigarra,
No sertão,hoje a gente se esbarra
Sem a chama dos versos dele acesa.
Quem cantava encantando a natureza
Como um pássaro cantando em liberdade
Só não foi um doutor de faculdade
Mas foi mestre na sua profissão…
Quem cantou a saudade do sertão
Hoje faz o sertão sentir saudade.

Se Princesa Isabel o viu nascer
Sob o brilho do sol da Paraiba,
Para que Pernambuco não se iniba
Afogados foi chão dele viver,
Se recife assistiu ele morrer
Mas foi Deus quem marcou cada cidade
Pra sentir sua genialidade
Ser marcada por ele em cada chão…
Quem cantou a saudade do sertão
Hoje faz o sertão sentir saudade.

De cantar o sertão,sentia fome,
De cantar o Nordeste,era sedento,
Não se some do nosso sentimento
Quando um gênio de luz daqui se some,
Um João que trazia “Luz” no nome,
Seu mister era ter simplicidade,
João Pereira da Luz na identidade,
Tinha um sol no lugar do coração…
Quem cantou a saudade do sertão
Hoje faz o sertão sentir saudade.

Um poeta de alma iluminada,
Parecia que a alma era por fora,
Decantando o sertão da fauna a flora
Disse tudo,fiel,não faltou nada,
Se na terra,a família é enlutada
Mas no céu hoje tem festividade,
No salão divinal da eternidade
Deus receba o espírito de João…
Quem cantou a saudade do sertão
Hoje faz o sertão sentir saudade.

Bandeira Junior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.