quinta-feira , fevereiro 23 2017
Home / RN / Potigás prepara campanha de incentivo ao GNV já com aumento em vigor da gasolina

Potigás prepara campanha de incentivo ao GNV já com aumento em vigor da gasolina

O GNV tem o melhor rendimento se comparado à gasolina ou ao etanol, consequentemente, o menor custo por quilômetro rodado.

Já está em vigor, desde 1º de fevereiro, a nova CIDE (Contribuição de Intervenção de Domínio Econômico) que impactou sobre o preço da gasolina e do óleo diesel. Com o aumento em torno de 10%, é intensa a procura pelo uso do Gás Natural Veicular (GNV), segmento que representa 38,50% do faturamento da Companhia Potiguar de Gás, empresa do Governo do Estado e Petrobras. O Diretor-Presidente da Potigás, Carlos Alberto Santos, confirmou nesta quinta-feira (4), que o crescimento do setor já é comprovado nas convertedoras, as oficinas homologadas pelo INMETRO, como também nos postos, em função da gasolina, por exemplo, chega até R$ 3,38, o litro, comparado ao GNV, com preço médio de R$ 2,03, o m3. Já são 51 postos que comercializam o GNV no Rio Grande do Norte, uma frota de 45 mil veículos.

O GNV tem o melhor rendimento se comparado à gasolina ou ao etanol, consequentemente, o menor custo por quilômetro rodado. Por exemplo, abastecendo R$ 20,00 de combustível, o consumidor percorre com o seu veículo 60 Km com a gasolina, o etanol atingiria em torno de 55 Km e com o GNV chega a 132 Km. Com isso, fica comprovado o custo do quilômetro rodado da gasolina de aproximadamente R$ 0,34, do etanol R$ 0,37 e do GNV, apenas R$ 0,15. Com o GNV, gera uma economia com combustível na ordem de 54%. Para gerar ainda mais benefícios para o consumidor de GNV no Rio Grande do Norte, a Potigás prepara a segunda fase da campanha “Tô no Gás”, garantindo muitos benefícios. “As vantagens serão divulgadas em março. É um subsídio para quem converter ou adquirir o gás movido a GNV ”, confirma o presidente. “Uma economia de 54% é o principal benefício da conversão para o GNV.

Além disso, o motorista estará efetivamente contribuindo para a redução da poluição, uma vez que o Gás Natural é considerado um combustível limpo e a conversão quando feita numa oficina homologada pelo INMETRO, com qualidade e boa técnica, faz com que os veículos emitam baixíssima quantidade de poluentes”, comenta o Diretor-Presidente da Potigás, Carlos Alberto Santos. Outro fato importante nos últimos dias foi o aumento da procura para instalação de kits nas convertedoras de GNV. “Hoje são 6 oficinas homologadas pelo INMETRO e uma delas informou que já converteu 30 carros este ano, em um mês, número este que superou o número de conversões de outubro, novembro e dezembro do ano passado. Vale destacar que os modernos kits de GNV de 5ª geração garantem, quando instalados corretamente, uma perda de potência insignificante”, finalizada o Diretor-Presidente da Potigás.

Assecom RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.