quinta-feira , fevereiro 23 2017
Home / Polícia / Homens invadem casa e matam jovem de 20 anos no Jardim Progresso em Natal

Homens invadem casa e matam jovem de 20 anos no Jardim Progresso em Natal

Crime aconteceu na noite deste domingo (8) no Jardim Progresso.
Segundo a PM, família disse que o rapaz estava jurado de morte.

Um jovem de 20 anos foi morto a tiros ao chegar em casa na noite deste domingo (8), em Natal. O crime aconteceu por volta das 19h no loteamento Jardim Progresso, na zona Norte da capital potiguar. As informações são do tenente Gustavo Silva, oficial de Operações do 4º Batalhão da Polícia Militar do Rio Grande do Norte. De acordo com ele, a mãe de Erick Fernando Pinheiro da Silva afirmou que o filho era viciado em drogas havia bastante tempo e estava jurado de morte. Os suspeitos fugiram.

Um jovem de 20 anos foi morto a tiros ao chegar em casa na noite deste domingo (8), em Natal. O crime aconteceu por volta das 19h no loteamento Jardim Progresso, na zona Norte da capital potiguar. As informações são do tenente Gustavo Silva, oficial de Operações do 4º Batalhão da Polícia Militar do Rio Grande do Norte. De acordo com ele, a mãe de Erick Fernando Pinheiro da Silva afirmou que o filho era viciado em drogas havia bastante tempo e estava jurado de morte. Os suspeitos fugiram.

O homicídio foi registrado na avenida Maranguape, próximo ao terminal de ônibus da linha 5. O jovem morreu ferido na altura do peito e da boca. “A mãe contou que ele já era jurado de morte e temia por isso. Ele também era usuário de drogas”, colocou. A família, no entanto, não sabe quem pode ter cometido o crime.

Segundo o relatório da PM, a mãe do rapaz ainda explicou que ele chegou em casa pedindo uma faca. “Ela contou que ele estava bastante assustado e chegou pedindo uma faca. Ela o mandou pegar na cozinha”, disse. “Nesse momento, os criminosos invadiram a casa e atiraram. Ele tentou correr, mas foi atingido no quintal da residência”, acrescentou.

Mesmo ferida, a vítima correu para fora de casa e morreu na rua. Os suspeitos fugiram e não foram encontrados até o momento. A polícia ainda não sabe a quantidade exata de suspeitos, como fugiram e qual o tipo da arma de fogo usada por eles. Até o momento, ninguém foi preso.

Do G1 RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.