quinta-feira , fevereiro 23 2017
Home / Futebol / Companhia de água quer receber mais de 1,3 milhão do Vasco

Companhia de água quer receber mais de 1,3 milhão do Vasco

O clima interno do Vasco já não é bom. Desde a saída de Cristóvão Borges, na última segunda-feira (10), o clube convive com a saída de alguns importantes dirigentes. O vice de futebol, José Hamilton Mandarino foi o primeiro a entregar o cargo e agora, outros diretores ameaçam fazer o mesmo. Nesta terça-feira (18), Nélson Rocha, vice de finanças, deverá deixar o cargo. De quebra, o cruzmaltino convive ainda com cobranças da CEDAE, empresa fornecedora de água.
A dívida do Vasco, referente a duas matrículas na empresa, ultrapassa o valor de 1 milhão e 300 mil reais. Ainda nesta terça, haverá uma reunião para tratar de dois assuntos: a saída de Nélson Rocha e a dívida com a CEDAE. Por enquanto, o clube tem sido abastecido por caminhões-pipa, que realizam quatro viagens, duas pela manhã e mais duas à tarde. No total, o Vasco consome 60 mil litros diários de água.
No entanto, o Departamento Jurídico do clube não reconhece a dívida com a CEDAE e afirma já ter entrado com um mandado para exigir o reestabelecimento de água no clube.
Fonte: http://www.mancheteonline.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.