sábado , fevereiro 25 2017
Home / Celebridades / Com microshort, dançarina Valesca Popozuda protesta em frente ao Congresso Nacional

Com microshort, dançarina Valesca Popozuda protesta em frente ao Congresso Nacional

Dançarina aproveitou passagem por Brasília para fazer desabafo contra Marco Feliciano, presidente da Comissão Nacional dos Direitos Humanos.

Em Brasília, Valesca Popozuda posa de shortinho em frente ao Palácio do Planalto (Foto: Leandro Pardal/ AgNews)Valesca Popozuda posa de shortinho no Congresso
Nacional (Foto: Leandro Pardal/AgNews)

Com estilo Valesca Popozuda de ser, a funkeira aproveitou sua ida a Brasília para conhecer o Congresso Nacional, onde posou de microshort de oncinha. Mas se engana quem pensa que a dançarina estava lá só a turismo. Neste domingo, 17, a funkeira usou o Instagram para protestar contra Marco Feliciano, que é o novo presidente da Comissão Nacional dos Direitos Humanos. O deputado já fez declarações polêmicas sobre negros e homossexuais, além de chamar a AIDS de câncer gay.
Confira a íntegra do desabafo de Valesca Popozuda.
“Preciso fazer um desabafo. Estava em Brasília fazendo um show maravilhoso e quis conhecer o nosso Congresso Nacional, a casa da nossa Presidenta, Palácio do Planalto ou seja, quis fazer um passeio pela nossa capital. Mas ao fazer o passeio, bateu aquela tristeza. Bateu a tristeza de uma brasileira que sempre quer o melhor para o seu país. Estamos envolvidos em muitas polêmicas, mas uma em especial me chamou a atenção, que é o caso do Deputado Federal Marcos Feliciano, atual presidente da comissão de Direitos Humanos e Minorias. Nada contra a pessoa dele como Pastor, até porque não venho aqui comentar ou falar sobre os vídeos dele que eu vi na internet pedindo até senha de cartão de débito e pegando dinheiro dos fieis. Isso é um problema entre a religião dele e seus seguidores, afinal as contas no fim da vida ele vai ter que prestar com Deus. Isso tudo podem ter certeza que será posto na balança, e sim venho dizer e reclamar como cidadã a forma em que ele trata os Negros e os Gays. Como uma pessoa que usa as palavras que ele usa, que tem os pensamentos que ele tem, pode se tornar presidente de uma comissão para tratar dos direitos humanos? Ser Gay, ser negro, ser branco ou roxo, católico, evangélico, espírita ou judeu não faz ninguém menos e nem mais Humano que o outro. Gente, o Brasil é um país laico e a religião não pode se confundir com a política. Infelizmente é isso que está acontecendo nesse momento! Não podemos fechar os olhos e deixar acontecer. Não se pode pregar dentro do Congresso. Estou envergonhada nesse momento pois, existiu uma votação para escolher a pessoa para presidir essa comissão e usaram religião e interesses políticos (Como sempre né?) para escolher um representante que não aceita e nem reconhece as minorias. Enfim, fica meu protesto e desagrado na escolha dele. Espero que façamos algo contra e não fiquemos de braços cruzados deixando o barco ir na direção contrária, fazendo um retrocesso no Brasil.”
Em Brasília, Valesca Popozuda posa de shortinho em frente ao Palácio do Planalto (Foto: Leandro Pardal/ AgNews)Em Brasília, Valesca Popozuda posa de shortinho em frente ao Palácio do Planalto (Foto: Leandro Pardal/ AgNews)
Em Brasília, Valesca Popozuda posa de shortinho em frente ao Palácio do Planalto (Foto: Leandro Pardal/ AgNews)Em Brasília, Valesca Popozuda posa de shortinho em frente ao Palácio do Planalto (Foto: Leandro Pardal/ AgNews)

Do EGO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.