domingo , dezembro 11 2016
Home / Política / Ministra do MDS assegura repasse de R$ 2 milhões para programa do leite no RN

Ministra do MDS assegura repasse de R$ 2 milhões para programa do leite no RN

A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Tereza Campello, informou que o governo federal deverá desembolsar, até o final da próxima semana, R$ 2 milhões para o pagamento de duas parcelas do Programa de Aquisição de Alimentos – modalidade leite (PAA-Leite). Os senadores Garibaldi Filho e Fátima Bezerra acompanharam representantes do Sindicato das Indústrias de Laticínios e Produtos Derivados (SINDLEITE/RN), em audiência nesta quarta-feira (11), no MDS.
Em nome dos produtores de laticínios, a comitiva potiguar expôs à ministra a precária situação que atinge o setor. Além das dificuldades provocadas pela estiagem que já dura quatro anos, eles estão sofrendo com o atraso do repasse federal. O dinheiro não chega desde junho. Tereza Campello justificou que somente na semana passada, no dia 5 de novembro, a Emater-RN finalizou a entrega dos documentos necessários para o Ministério liberar a parcela de R$ 2 milhões, que já estava reservada e assegurada pelo Ministério para o RN.

Ministra do MDS assegura repasse de R$ 2 milhões para programa do leite no RN
“Essas ações são importantes para a segurança alimentar no Estado e para a promoção da cadeia produtiva do leite e da agricultura familiar”, observou a senadora Fátima Bezerra, durante a audiência com a ministra Tereza Campello. Por sua vez, o senador Garibaldi Filho alertou que a pecuária leiteira é a principal fonte de renda para os criadores instalados nas regiões onde a agricultura se torna inviável nos anos de estiagem.
A ministra Tereza Campello lembrou que o convênio com o Rio Grande do Norte está prorrogado até o final do próximo ano. Porém, em virtude da escassez orçamentária, ela não garantiu que a próxima parcela a ser paga – estipulada em R$ 5 milhões – será quitada ainda em 2015. Mas, garantiu que a Emater fazendo a prestação de conta dos R$ 2 milhões, fará esforços para liberar parte desses recursos.
“Estamos raspando o fundo do tacho, mas se houver um desembaraço burocrático e a Emater agilizar a prestação de contas, vamos tentar pagar até dezembro um percentual razoável do próximo repasse previsto”, destacou a ministra. Participaram da reunião: Dalton Barbosa Cunha Filho, Francisco Belarmino de Macedo e Francisco Neri.

Fonte: Fatimabezerra.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.