segunda-feira , dezembro 5 2016
Home / Futebol / Diretoria do Flamengo descarta Diego Souza

Diretoria do Flamengo descarta Diego Souza

Na extensa lista de jogadores que interessam elaborada pelo Flamengo, um nome foi descartado nos últimos dias. O clube fez uma consulta por Diego Souza semanas atrás, mas o meia do Sport sofre grande resistência interna e, por isso, acabou saindo do radar. Uma negociação de valores nem chegou a nascer.

Diego Souza não é visto com bons olhos por diretoria do Fla
Foto: Marlon Costa / Futura Press

Diretor executivo de futebol do Fla, Rodrigo Caetano já trabalhou com Diego Souza no Grêmio e no Vasco e é fã do futebol do jogador. A comissão técnica atual também aprova o nome. Caetano chegou a consultar o empresário de Diego, Eduardo Uram, para dizer que gostaria de contar com seu futebol em 2016. No entanto, a parte política da diretoria vetou a possibilidade por conta do histórico do atleta com o clube da Gávea.
Diego Souza teve passagem um pouco conturbada pelo Flamengo entre 2005 e 2006. Emprestado pelo Benfica-POR na época, ele fez bons jogos no começo, mas entrou em má fase posteriormente. Foi chamado publicamente de “gordo” por Kléber Leite, então vice-presidente de futebol, e se transferiu pouco depois.
Nesta temporada houve polêmica de Diego Souza com o Fla. No primeiro turno do Brasileirão, ele marcou um gol pelo Sport e comemorou com provocação, apontando para o 87, número de sua camisa e que faz referência ao título do Campeonato Brasileiro de 1987. Há mais de duas décadas esse título é disputado por Flamengo e Sport nos tribunais – cada um defende seu lado e se diz campeão daquele ano. Para completar sua atuação, o meia de 30 anos foi bem como goleiro, no lugar do lesionado Magrão, e deixou o campo ao fim do empate por 2 a 2 reclamando de falta de fair play dos rivais.
Além do Flamengo, outros clubes do Brasil fizeram consulta por Diego Souza. O Sport também tem interesse na renovação de contrato de seu camisa 87, que está tendo boa passagem pelo Leão da Ilha do Retiro. Ele está emprestado pelo Metalist, da Ucrânia, até o fim de 2015, e desperta ainda o interesse de clubes do exterior.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.