sábado , dezembro 10 2016
Home / Bizarro / Caixão é aberto após ouvi-se gritos da morta em Honduras

Caixão é aberto após ouvi-se gritos da morta em Honduras

Em Honduras na América Central gritos de morta’ fazem caixão ser aberto um dia após enterro.

Caixão é aberto após ouvi-se gritos da morta
‘Gritos de morta’ fazem caixão ser aberto um dia após enterro (encenação) | Reprodução/YouTube(Primer Impacto)

Um grupo de pessoas que acompanhava um enterro decidiu reagir ao ouvir “gritos” vindos de dentro do caixão de Neysi Pérez, supostamente morta aos 16 anos e que havia sido sepultada horas antes. Rapidamente, eles desenterraram a jovem falecida.

Médicos foram chamados ao local e atestaram que não havia qualquer sinal de vida: Neysi estava mesmo morta. Só não se sabe com certeza se ela morreu dentro do caixão.

A jovem, que estava grávida de três meses, foi encontrada inconsciente após se levantar no meio da noite a fim de usar o banheiro externo na residência em que morava, em La Entrada (Honduras). Como espumava pela boca, a jovem chegou a ser exorcizada por um padre local. Levada em seguida a um hospital próximo, Neysi não resistiu e morreu.

O enterro transcorreu “normalmente”. O marido de Neysi, que se recusava a abandonar o local, entretanto, horas depois percebeu, segundo ele, a mulher gritando e batendo contra a madeira do caixão, ao pôr a mão sobre o túmulo.

“Ela estava gritando por socorro”, comentou o marido a uma emissora local. “Já havia se passado quase um dia desde o enterro. Não pude acreditar naquilo. Fiquei estático, eu me enchi de esperança”, acrescentou.

morta-grita-dentro-de-caixao-2
Neysi Perez, supostamente morta aos 16 anos | Reprodução/YouTube(Daily Breaking News)

Os tais gritos também foram ouvidos pelo coveiro Jesus Villanueva, que comentou:

“Estava convencido de que os gritos vinham de algum outro lugar. Jamais imaginei que houvesse alguém vivo ali”.

morta-grita-dentro-de-caixao-3
Pessoas tentam ‘reanimar a morta’ (encenação) | Reprodução/YouTube(Daily Breaking News)

Os médicos acreditam que Neysi tenha sofrido um ataque de pânico que, temporariamente, tenha feito o seu coração parar e levar os médicos que a atenderam inicialmente a atestar a suposta morte. Ela teria despertado finalmente dentro do caixão, muitas horas após o sepultamento.

Dada como morta pela segunda vez, Neysi foi, então, novamente enterrada.

A família da falecida criticou os médicos locais, pela pressa com que determinaram a “morte” de Neysi.


Via Page Not Found

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.