sexta-feira , dezembro 9 2016
Home / Celebridades / Cantora transex portuguesa virá ao Brasil para divulgar biografia e gravar clipe

Cantora transex portuguesa virá ao Brasil para divulgar biografia e gravar clipe

Cantora Transex Portuguesa, Patricia Ribeiro, virá ao Brasil para divulgar biografia e gravar clipe com Thalita Zampirolli

Patricia Ribeiro divulgará biografia no Brasil

Patricia Ribeiro, foi a primeira cantora Transex de Portugal, e no final do ano passado, teve problemas em decorrência da aplicação de silicone industrial; Ela quase morreu, mas graças a ótima equipe médica conseguiu sobreviver e se apaixonou pelo Brasil. Além de cantora também tem um livro/biografia que conta toda sua história de vida, de como foi a luta para a cirurgia de mudança de sexo, a mudança de documentos etc..Patricia é muito famosa em Portugal e virá para o Brasil divulgar sua biografia e para gravar um clipe com a participação especial da modelo transex Thalita Zampirolli.

Patricia começou desde criança a dar os primeiros passos na musica,aos 11anos ingressou em vários grupos infantis e juvenis dirigidos pela voz conceituada de Ana Faria,pois o bichinho da musica estava dentro de si,e desde aí nunca mais parou…Em 2011 lança o seu primeiro trabalho a solo intitulado “É Real”,um album com 11temas virados para a Dance-Music e para os ritmos-latino americanos. Em 2012 a Cantora decide apostar na sua imagem e num novo projecto musical mudando de autor e compositor, e inicia a gravação do seu 2º trabalho Discográfico com produção de José Felix,um dos maiores produtores portugueses, responsaveis de grandes Exitos,como Tayti , Jorge Guerreiro, Luis Filipe Reis, entre outros nomes da Música Portuguesa. “Lotaria do Amor” foi editado em 2013 e foi um êxito premiado com Disco de Ouro por vendas superiores a 7500 unidades. O Single “Lotaria do Amor” fez parte da tabela de preferências dos ouvintes de varias Rádios Nacionais e no Estrangeiro viradas para as Comunidade Portugueses, e o Videoclipe ultrapassou já as 20 mil visualizações no YouTube. É autora da Biografia “Ontem Homem Hoje Mulher” que relata a sua história de vida e todo o seu percurso artístico, uma biografia editada pela Chiado Editora e que já está na segunda edição e vai ser lançada também no Brasil.

2015 marca o regresso da Cantora aos Palcos com um novo visual e com muitas surpresas e quem sabe o Disco de Platina com o Novo Álbum “Beat Sexy” que certamente será o Hit deste Verão. Patricia é uma presença constante nos programas de televisão portuguesa onde já deu inúmeras entrevistas como também para divulgar os seus projetos musicais. Patricia define-se como uma mulher determinada,lutadora, sensível,muito alegre e com uma imagem muito cuidada e exuberante.

Cantora Transex mais famosa de Portugal virá para o Brasil gravar clipe com Thalita Zampirolli

Sinopse da Biografia

Patrícia ainda era Nuno mas, quem a visse, via uma mulher. Loura, de olhar expressivo e um sorriso de garota, aprisionado num corpo errado. Só que, até conseguir libertar-se do corpo que a aprisionava, a cantora passou por um longo calvário. Primeiro, ainda criança, debateu-se com as questões de identidade. Brincava com bonecas e era essa a alcunha que tinha na patricia-ribeiro-cantora-portuguesa-transex-3escola. Chorava, no silêncio do quarto.

A dada altura, cada vez com maior consciência de que algo se passava, Patrícia juntava moedas que depois trocava por roupa de rapariga e maquilhagem. Era na feira, e nas lojas dos 300, que se ataviava de acessórios femininos. Vestia-se e maquilhava-se à socapa. Escondia tudo entre as outras roupas, no armário. Usar as pinturas da mãe, quando as suas acabavam, acabou por denunciá-la. Seguiram-se as discussões em casa. A luta por uma libertação que tardava em acontecer e ser compreendida.
Saiu de casa no final da adolescência. Acabou por se prostituir, para sobreviver. Tinha que pagar contas. Mas a música sempre foi o seu objectivo, desde que, ainda menino, se inscreveu e passou nos castings para o Grupo de Jovens Cantores de Lisboa. Chegou a lançar um CD, aos 19 anos, como Ricky, um cantor popular que não vingou. A tragédia da prostituição continuava a abater-se sobre os seus dias, tornando-os negros. Ao mesmo tempo, começou a tentar tornar-se cada vez mais feminina. Passou por várias cirurgias plásticas e correu riscos graves ao aplicar, de forma clandestina, silicone industrial. Regressou, há semanas, do Brasil, onde o cirurgião plástico de vedetas de novela, Luíz Paulo Barbosa, lhe reconstruiu o rosto, livrando-lhe a expressão dos danos do silicone industrial.
Antes da mudança de sexo foi acompanhada, ao longo de dois anos, em psicólogos e médicos, no Hospital Júlio de Matos, em Lisboa, e em simultâneo, no Hospital da Universidade de Coimbra. Viveu a dureza de um longo processo, que para ela começara na infância, desde que se conhece como gente. A avó, Antonina, foi, e será sempre, o seu maior pilar. A voz do outro lado da linha quando a sua menina sofre. E muito.
Agora mulher, a cantora continua a viver dias difíceis, com o namorado preso. Os seus amores sempre foram complicados e, por vezes, com contornos violentos. Só a música, finalmente com reconhecimento do público – já conta com um disco de ouro no currículo – a alegra. Sempre. E a voz reconfortante da avó, a mulher mais importante da sua vida.

Ver clipe da cantora

Assessoria de imprensa Fernanda Thomaz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Juliana Isen nua na Sexy de novembro 2016
error: Você não tem permissão para usar essa função.