quinta-feira , dezembro 8 2016
Home / Educação / Literatura de cordel: método dinâmico para se trabalhar em sala de aula.

Literatura de cordel: método dinâmico para se trabalhar em sala de aula.

Por Minerva Gomes

Literatura de cordel: método dinâmico de estética atrativa e com gêneros a exaustão para se trabalhar em sala de aula.

A literatura de cordel entrou na minha vida ainda na primeira infância quando ouvia meu pai em suas cantorias versejando na viola.

Literatura de cordel: método dinâmico para se trabalhar em sala de aula.
Poeta Xexéu rodeado por alunos em defesa de tese da poetisa Minerva Gomes

 Sabemos inúmeras histórias de pessoas que aprenderam a ler através desta literatura e pensando assim, defendi em minha tese enquanto cursava o curso de pedagogia, e tendo na educação uma defasagem muito grande, atribuída ao sistema educacional que muito deixa a desejar. O que nos faz reavaliar o ensino nos dias de hoje. Escuto muitas frases feitas dentro do contexto escolar. Que o aluno não quer nada com os estudos e etc. São esses os discursos vazios e sem fundamentos que se houve dentro de sala de aula.

Na verdade, a escola se apodera de inúmeras escritas cheias de códigos dentro de uma ação majoritária a qual muitos alunos já se esgotaram. Sabemos que numa sala heterogênea nem todos acompanham determinados códigos de linguagem, o que para muitos nada é além de meramente discurso vazio que por muitas vezes tira o aluno de sua linha de raciocínio, fazendo com que muitos desanimem e percam o entusiasmo para prosseguir com seu aprendizado. Muitas vezes as dificuldades encontradas nos primeiros anos iniciais, podem ser agravadas com o passar dos anos, sendo levada até mesmo para a vida adulta, acarretando problemas futuros em sua vida acadêmica. Pensando assim, sugeri dentro do contexto escolar e mais precisamente na grade curricular da escola a disciplina de literatura de cordel, por se tratar de uma linguagem estética, e conter textos curtos e ser de fácil acesso além de dispor de material a exaustão para se trabalhar em sala de aula.

Quando o Enem em 2014 registra 529 mil alunos zerando uma prova de redação, fica claro que o sistema educacional está deixando a desejar, sendo necessária uma reformulação precisa e emergente, pois o caminho que trilha hoje ocasiona em futuros fracassos do aluno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.