sábado , dezembro 3 2016
Home / RN / Dicas: Alteração na conta de água pode ser indício de vazamento no imóvel

Dicas: Alteração na conta de água pode ser indício de vazamento no imóvel

Se mesmo quando não existiu mudança na rotina da família, a conta de água no final do mês veio com um valor muito diferente do normal, isto pode indicar a existência de um vazamento na tubulação do imóvel. Nesses casos, o responsável pelo imóvel pode fazer alguns testes simples que ajudam a identificar vazamentos, evitando desperdício do produto e prejuízos financeiros para o bolso, por pagar por uma água que não consumiu, embora tenha sido fornecido pela Caern no ramal do cliente.

O valor só pode ser abatido pela Caern, se for identificado que o excesso se deu por culpa da Companhia como no caso de erro na medição do hidrômetro ou medidor com avaria. Uma vez verificada a existência de um vazamento não aparente, também é possível o abatimento na conta, que não pode ultrapassar três contas por ano no mesmo imóvel. Se o vazamento for aparente, como em torneiras internas no imóvel ou caixa de descarga, não cabe o desconto pelo excesso que não foi consumido.

O chefe da Unidade Comercial de Cadastro e Faturamento da Caern, Márcio Gomes, elenca três dicas simples que ajudam a descobrir vazamentos e a evitar dores de cabeça com a conta no final do mês:

– Feche todas as torneiras e, depois, o hidrômetro e a entrada do reservatório. Verifique o dispositivo indicador de movimento (conta-giros) que fica no centro do hidrômetro. Se estiver girando, existe vazamento;

– Efetue o teste na caixa de descarga: ponha corante ou bolinhas de papel higiênico no vaso sanitário, observe se o material colocado foi para o fundo do vaso. Isso acontecendo, a situação está normal. Caso fique em movimento, há vazamento;

– Prenda um arame na caixa d’água, e depois faça uma marca com lápis no lugar onde está o nível de água. Passados cerca de 20 minutos, observe se a água da caixa baixou. Quando isto acontece, existe vazamento.

O procedimento a ser tomado pelo cliente é, identificado o vazamento, abrir um Registro de Atendimento (RA) no escritório da Caern que atende ao imóvel, para que uma equipe da companhia visite o local e constate o tipo de vazamento.

GASTOS DE ROTINA

Além disso, a Caern alerta para o desperdício de água gerado por uma simples torneira mal fechada ou com defeito. Para se ter uma ideia, somente gotejando são desperdiçados 46 litros de água por dia e, totalmente aberta, dependendo da espessura, pode chegar a 34 mil litros por dia.

“Quando você for viajar, feche o registro do cavalete de entrada d’água, evitando qualquer desperdício durante sua ausência. Evite lavar calçadas e carros várias vezes por semana, assim como irrigar demais os jardins”, complementa Márcio Gomes.

ACS Caern

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.