segunda-feira , dezembro 5 2016
Home / Política / Procurador ajuiza ação pedindo que viaturas da PM circulem amanhã no Ceará

Procurador ajuiza ação pedindo que viaturas da PM circulem amanhã no Ceará

A Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) ajuizou ontem (24) uma ação cautelar contra o governo do estado por abuso de poder político. A ação tem por base uma investigação da PRE que verificou que, durante o primeiro turno das eleições, os carros da PM ficaram parados em pontos base, saindo apenas quando eram acionados pela Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops).

Na ação, o procurador regional, Rômulo Conrado, pede que as viaturas não fiquem mais que 15 minutos paradas nestes pontos. O procurador também quer que um representante do Ministério Público seja comunicado sobre qualquer ocorrência de desligamento de viatura. Deverão ser informados o motivo e o local onde o carro está estacionado.

A justificativa da Procuradoria Regional Eleitoral para o pedido é que, no primeiro turno, várias ocorrências não foram atendidas porque os carros da PM estavam parados, “evidenciando haver a autoridade policial se limitado a agir de forma reativa, em face das denúncias que lhe eram encaminhadas, e não de forma proativa, de forma a impedir que se consumassem os crimes eleitorais”, consta na ação da PRE.

A assessoria de comunicação da Polícia Militar do Ceará informou que a corporação ainda não foi notificada oficialmente quanto a ação do Ministério Público Eleitoral. A PM também confirmou que durante o primeiro turno, viaturas ficaram paradas em posições estratégicas, conforme foi estabelecido no planejamento de segurança.

A denúncia de cerceamento do trabalho da polícia do Ceará no dia 5 de outubro resultou no envio de 2,5 mil militares do Exército que vão colaborar com a segurança do segundo turno do pleito.

Agencia Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.