domingo , dezembro 4 2016
Home / Futebol / São Paulo derrota Criciúma no Morumbi e avança na Sul-americana

São Paulo derrota Criciúma no Morumbi e avança na Sul-americana

O tricolor Paulista venceu o Tigre catarinense por 2 a 0 no Morumbi e avança para as oitavas da Copa Sul-Americana.

O São Paulo precisou de um toque de sorte para vencer o Criciúma por 2 a 0, nesta quinta-feira (4), no Morumbi, e se classificar para as oitavas de final da Copa Sul-Americana. Isso porque os gols que garantiram a classificação são-paulina surgiram em lances de bolas rebatidas, ambos no primeiro tempo. O próximo jogo do São Paulo pela competição acontece somente em outubro.

A equipe paulista abriu o placar aos 32 min, quando Osvaldo cobrou escanteio para a área, Edson Silva subiu para o cabeceio e a bola desviou em João Vitor e Ronaldo Alves antes de entrar lenta no gol catarinense. A arbitragem de Ricardo Marques deu o gol para o zagueiro são-paulino.

sao-paulo-derrota-o-criciuma-e-avanca-na-sul-americana

O segundo gol teve um final parecido, mas surgiu em uma jogada mais trabalhada. Tolói chutou para o campo de ataque e Ganso surgiu livre na entrada da área. Ao invés de finalizar, o meia preferiu o passe para Kaká, que chutou para a defesa de Galatto. O rebote do goleiro, no entanto, bateu na canela do camisa 8 e entrou no canto esquerdo.

A sorte da equipe são-paulina não se limitou aos gols conseguidos após rebatidas, mas também pelo momento em que a equipe abriu o placar. Mostrando pouca criatividade, era o pior momento do São Paulo no jogo. Os poucos torcedores que foram ao Morumbi começavam a dar os primeiros sinais de insatisfação.

No segundo tempo, o técnico do Criciúma Wilson Vaterkemper buscou uma formação ofensiva ao escalar o atacante Souza, ex-Flamengo e Corinthians, e tirar o meia Wellington Bruno. Precisando de um gol para levar a decisão aos pênaltis, os catarinenses passaram a oferecer muitos espaços ao São Paulo.

Por duas oportunidades a equipe teve a chance de liquidar o confronto e selar a classificação. Na primeira delas, Alan Kardec recebeu livre e, na hora de finalizar, pegou embaixo da bola e mandou por cima do gol.

Logo depois, aos 24min, Michel Bastos cruzou da esquerda e Osvaldo, livre na risca da pequena área, desviou para fora.

Fonte: Diário do Nordeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.