segunda-feira , dezembro 5 2016
Home / RN / Governo Federal libera recursos para projeto de nova adutora para Natal

Governo Federal libera recursos para projeto de nova adutora para Natal

A Caern assinou na manhã desta quarta-feira (20), um convênio com o Ministério das Cidades para a liberação, dentro do PAC-2 do Governo Federal, recursos na ordem de R$4,6 milhões para a elaboração de projeto de sistema produtor de Natal, através de uma adutora captando água no manancial da bacia hidrográfica do rio Maxaranguape. O projeto de um novo sistema adutor incluirá estudos complementares aos já existentes, que indicam elevado potencial hídrico na respectiva bacia. Os projetos terão nas fases seguintes estudos de alternativas de concepção, projetos básicos e executivos, incluindo serviços topográficos, geotécnicos e ensaios e análises de amostras das águas, finalizando com um orçamento global para a futura obra. Nos estudos complementares, serão aferidos os indicativos do potencial hídrico da bacia hidrográfica do Maxaranguape, vista como opção de abastecimento da capital potiguar para os próximos anos.

Nos estudos preliminares apresentados ao ministério pela Caern, em 2013, para obtenção dos recursos, o orçamento geral da obra, incluindo o estudo, foi estimado em R$183 milhões. Com a liberação dos recursos para o projeto, através da Caixa Econômica Federal, a expectativa é de que ainda neste segundo semestre seja possível realizar a licitação dos projetos e estudos complementares. Durante o evento, o Ministro das Cidades, Gilberto Occhi, reconheceu o trabalho que vem sendo desenvolvido pela Caern, destacando inclusive o esforço na área de esgotamento.

“Este projeto é o primeiro passo para a liberação dos recursos para a construção do novo sistema produtor de Natal, que será uma garantia hídrica para a população da capital”, explica Josildo Lourenço, Gerente de Projetos da Caern. Após pesquisas de campo na região, a Caern constatou que a bacia hidrográfica do rio Maxaranguape tem potencial para ser uma fonte alternativa para abastecer as demandas populacionais da capital projetadas para 2030, que será de cerca de 1.130.000 habitantes. De imediato será beneficiada uma população de 324.000 habitantes. A aprovação do projeto foi publicada por meio da Portaria 493 no Diário Oficial da União em 24 de outubro de 2013. Os recursos têm origem do Orçamento Geral da União (OGU).

BACIA MAXARANGUAPE

A cidade de Maxaranguape, distante 40 km da capital, possui uma bacia hidrográfica privilegiada. De acordo com informações do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), a bacia ocupa uma superfície de 1.010,2 km², correspondendo a aproximadamente 1,9% do território estadual. As disponibilidades e potencialidades da bacia (tanto aquífero Barreiras quanto o rio Maxaranguape) podem fornecer um reforço de 1.800l/s para complemento de água da capital, no fim do plano.

ACS Caern

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.