segunda-feira , dezembro 5 2016
Home / Política / Betinho Rosado, Deputado federal do RN tem candidatura indeferida e lança filho

Betinho Rosado, Deputado federal do RN tem candidatura indeferida e lança filho

O deputado federal Betinho Rosado (PP) não poderá concorrer a reeleição para a Câmara.
Partido Progressista lançou Betinho Segundo como candidato.

O registro da candidatura à reeleição do deputado federal Betinho Rosado (PP) foi indeferido pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN). O Partido Progressista apresentou o nome de Betinho Rosado Segundo, que é filho de Betinho Rosado, para disputar uma cadeira na Câmara dos Deputados.
Betinho Rosado consta na lista de“ficha suja” do Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN). Betinho foi condenado pelo TCE por  ter as contas reprovadas enquanto secretário estadual de Educação, entre 2003 e2006.
Na sessão do pleno da última terça-feira (5), o Tribunal acatou, por 4 votos a 1, o pedido de impugnação apresentado pela Procuradoria Regional Eleitoral (PRE/RN). Em nota, ele disse que tem consciência de que não há nada que possa desabonar sua vida pública e que sua assessoria jurídica apresentou caminhos favoráveis para recursos junto às instâncias superiores da Justiça Eleitoral. No entanto, a opção foi por não judicializar o pleito eleitoral. “A judicialização do processo eleitoral cria um clima de instabilidade que é muito prejudicial para o Estado e, principalmente, para o eleitor”, disse Betinho Rosado, acrescentando que sua disposição de luta se fortalece nesse momento.
O PP já apresentou o nome de Betinho Segundo para a vaga. “Sei o tamanho da responsabilidade que tenho”, disse Segundo.
Betinho Segundo nasceu em Mossoró, é engenheiro agrônomo, formado pela Universidade Federal Rural do Semi-árido (UFERSA) e especialista em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas.
Betinho Rosado, secretário de Agricultura do Rio Grande do Norte (Foto: Ricardo Araújo/G1)
Do G1 RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.