domingo , dezembro 4 2016
Home / Copa do Mundo / Alemanha supera a França no Maracanã e avança a semifinal da Copa

Alemanha supera a França no Maracanã e avança a semifinal da Copa

Alemanha marca no início e está na semifinal da Copa do Mundo

O primeiro país classificado para as semifinais da Copa do Mundo FIFA Brasil 2014 é a Alemanha, que bateu a França por 1 x 0 nesta sexta-feira (04.07), no Maracanã, no Rio de Janeiro. Os alemães terão pela frente o vencedor de Brasil e Colômbia, que se enfrentam em Fortaleza, às 17h. O jogo nesta sexta-feira teve um Maracanã lotado por 74.240 pessoas e o tento vencedor veio com uma jogada de bola parada ainda no primeiro tempo, que confirmou a superioridade alemã no controle da partida durante boa parte dos 90 minutos. A partida que dá vaga à finalíssima será realizada em Belo Horizonte, na próxima terça-feira (08.07).
Esta será a quarta semifinal de Copa do Mundo seguida da Alemanha – foi vice-campeã em 2002 e terceira colocada em 2006 e 2010. Além disso, é a 13ª vez que a seleção alemã fica entre os quatro melhores do Mundial, em 20 edições.
O jogo
Alemanha supera a França no Maracanã e avança a semifinal da Copa
Foto: Getty images
O primeiro duelo das quartas começou com a Alemanha pressionando o selecionado francês em seu próprio campo. Com a entrada do atacante veterano Miroslav Klose no lugar do zagueiro Per Mertesacker, o time alemão dominou as ações de ataque nos primeiros minutos da partida. A primeira jogada dos franceses veio com uma troca de passes entre Griezmann e Valbuena pela esquerda, que Benzema chutou com perigo. Mas foram os alemães que abriram o placar.

O zagueiro Hummels, eleito melhor em campo ao fim da partida, logo aos 12 minutos, completou cobrança de falta de cabeça:  1 X 0. Logo aos 23, uma jogada polêmica. Depois de troca de passes fora área francesa, Klose foi segurado por Debuchy ao tentar receber lançamento dentro da área. Mas o árbitro argentino Nestor Pitana mandou seguir. Com o jogo cada vez mais truncado, os franceses chegaram novamente à área alemã com perigo aos 33 minutos.

O atacante Griezmann, pela direita, recebeu a bola, cruzou para o meia Valbuena, que se desvencilhou da marcação e tentou contra o gol de Neur, que fez uma boa defesa. No rebote, O astro Benzema mandou a bola por cima da trave. Após a parada para hidratação no Maracanã, aos 41 minutos, os franceses voltaram mais ofensivos, buscando o empate. Evra cruzou para Benzema, que cabeceou em cima do zagueiro Hummels.
O atacante pediu toque de mão do alemão, mas, mais uma vez, o árbitro não viu infração. Perto do fim do primeiro tempo, Benzema ainda teve outra oportunidade. Invadiu a área, aos 43 minutos, e chutou nas mãos do goleiro Neuer.
Segundo tempo
No segundo tempo, a França voltou a campo parecendo ter resolvido o nó da marcação alemã da primeira etapa. Mas a Alemanha voltou a equilibrar o jogo, com as ações concentradas no meio do campo. Aos 23 minutos, depois de uma saída errada do Sakho, Müller recebeu a bola na direita da área e chutou cruzado para fora, com perigo, à esquerda do goleiro Lloris. As substituições começaram nos dois times.
Na Alemanha, Klose, que saiu sem marcar e ultrapassar Ronaldo como maior goleador de todas as copas, deixou o campo para entrar o atacante Schürrle. Na França, Koscielny entrou no lugar de Sakho e o avançado Rémy substituiu o meia Cabaye. Resultado das mudanças ou não, o jogo acelerou próximo dos 30 minutos de segunda etapa. Hummels travou Benzema bem na hora. O atacante tinha driblado Lahm na área e chegava para empatar.
Aos 36, a Alemanha perdeu um gol incrível e a chance de sacramentar a classificação. Num rápido contra-ataque, Ozil levou para a linha de fundo, cruzou para o meio da área. Müller furou e Schürrle, sem marcação, chutou fraco para defesa tranquila de Lloris. Aos 40 minutos, o baixinho Valbuena, jogador de velocidade que parecia cansado, deu lugar ao atacante Giroud. Mas o time francês não conseguia encontrar o caminho do ataque.
A França teve sua última chance de empatar já nos acréscimos, perto dos 49 minutos, com um chute pela esquerda de Benzema, mas, mais uma vez, Neuer estava debaixo da trave para garantir a inviolabilidade do gol alemão.
Portal da Copa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.