terça-feira , janeiro 24 2017
Home / Educação / Provas trocadas cancela concurso para mais de mil candidatos no Piauí

Provas trocadas cancela concurso para mais de mil candidatos no Piauí

Segundo a organizadora, provas de Geografia e Física serão anuladas.

Problema gerou confusão entre os candidatos neste domingo (1º), em Piripiri.

Após uma troca de provas durante aplicação do concurso da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) nesse domingo (1º) em Piripiri, o Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos da Universidade Estadual do Piauí (Nucepe) comunicou a anulação do certame na área de Geografia e Física para os cargos de Professor Classe SL. O problema gerou confusão entre candidatos, que chegaram a ir na delegacia da cidade registrar boletim de ocorrência

Segundo a organizadora do certame, a anulação das referidas provas se deve a problemas técnicos de impressão e empacotamento em dois lotes de provas destinadas a duas salas de aplicação em Piripiri, Norte do estado. Devido ao erro, os candidatos ficaram impossibilitados de realizar o exame.

concurso-e-anulado-por-provas-trocadas-no-piaui
Candidatos denunciam que receberam prova errada (Foto: Moisés Lopes / Piripiri Repórter )

 

Ainda de acordo com a nota do Nucepe, a decisão pela anulação segue o critério de oferecer igualdade de condições aos 1.161 candidatos das duas áreas. Em breve, uma nova data de para realização das provas será anunciada.

Em Piripiri, 101 candidatos disputavam oito vagas para professor de Geografia, enquanto 56 inscritos concorriam a 13 vagas na área de Física. As mesmas provas foram aplicadas em Parnaíba, Barras, Campo Maior, Regeneração, Valença do Piauí, Oeiras, Picos, Floriano, Fronteiras, Uruçuí, São João do Piauí, São Raimundo Nonato, Bom Jesus, Corrente, Fronteiras, Paulistana, Grande Teresina.

Confusão
O erro de impressão nas provas causou confusão na Unidade Escolar Expedito Rezende, em Piripiri. Candidatos à vaga de professor de Geografia declararam ter recebido a prova de Filosofia ao invés da área na qual concorriam.

O problema aumentou quando os concurseiros foram impedidos de sair do local de aplicação da prova antes de uma hora, determinado no edital do certame. Revoltados, os candidatos esperaram até às 12h para que os portões fossem abertos e foram até a Delegacia de Piripiri registrar o boletim de ocorrência.

De acordo com o delegado Gustavo Jung, cerca de 40 pessoas compareceram à delegacia, mas não puderam registrar o boletim porque o sistema estava fora do ar. “Eles ficaram de retornar nesta segunda-feira para denunciar o fato”, relatou.

Do G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As gostosas do BBB em ensaios da Playboy e Sexy
error: Você não tem permissão para usar essa função.