terça-feira , janeiro 24 2017
Home / Celebridades / Fernanda Lima brilha mais uma vez em evento da Fifa, Blatter se arrisca no forró

Fernanda Lima brilha mais uma vez em evento da Fifa, Blatter se arrisca no forró

Presidente da República envia apenas carta e é representada por Aldo Rebello. Apresentadora gaúcha faz dirigente suíço arriscar passos de dança no palco

Dilma Rousseff não apareceu, Carlos Valderrama tampouco, mas teve Fernanda Lima roubando a cena (de novo) e Joseph Blatter arriscando uns passos de forró. O primeiro dia do Congresso Anual da Fifa, nesta quinta-feira, em São Paulo, foi quase só de festa – as decisões mais importantes serão tomadas nesta sexta-feira, ou foram adiadas para 2015.
A Fifa reuniu representantes de suas 209 federações afiliadas para uma celebração. A apresentadora Fernanda Lima roubou a cena. Com um longo vestido branco, a gaúcha arrancou os mesmos suspiros que no sorteio da Copa do Mundo, em dezembro do ano passado, na Costa do Sauípe.
Fernanda apresentou o evento com a desenvoltura habitual – quase sempre em inglês, ‘as vezes em português, algumas em italiano. Mandou o presidente da Fifa Joseph Blatter, subir e descer ao palco incontáveis vezes. Instou o cartola até a arriscar uns passos de forró – e Blatter tentou.
Durante duas horas de evento, cada uma das seis confederações continentais (e a Fifa) fez uma homenagem a uma personalidade local do futebol. O único que não apareceu para receber uma medalha de honra foi o homenageado sul-americano – o colombiano Carlos Valderrama.

Os outros homenageados foram Josephine King (Oceania), Hassan Shehata (África), Mirabor Usmanov (Ásia), Jozef Venglos (Uefa), Maria Coto (Concacaf), e Antonio Mattarese (Fifa). O ex-jogador francês Just Fontaine foi homenageado com uma chuteira de platina, prêmio por ter feito o maior número de gols numa edição da Copa do Mundo – 13, em 1958.

Blatter pediu para povo evitar manifestações na Copa (Foto: Getty Images)

Quem tampouco apareceu foi a presidente Dilma Rousseff, que foi representada pelo ministro do Esporte, Aldo Rebelo. Dilma se fez presente por meio de uma carta, lida por Aldo, na qual afirmou:
– Trabalhamos pela Copa tanto quanto queremos ganhá-la […] O Brasil tem consciência de que deu enorme contribuição para que o futebol se tornasse o mais universal planeta […] Estamos prontos para realizar a Copa das Copas.
O presidente da Fifa, Joseph Blatter, pediu que os brasileiros parem com as manifestações – que no ano passado coincidiram com a realização da Copa das Confederações.
– Centenas de milhares de fãs estarão aqui para testemunhar a festa. Através dessa Copa do Mundo, o Brasil vai enviar emoções para bilhões de pessoas. Durante a sua realização, nosso desejo é que todas as atividades beligerantes parem. E que se tudo se concentre no futebol, estabelecendo pontes.

Foto: AFP

Do Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As gostosas do BBB em ensaios da Playboy e Sexy
error: Você não tem permissão para usar essa função.