domingo , dezembro 4 2016
Home / RN / Leia Seca: Polícia autua 17 motoristas em blitz na Via Costeira de Natal esta madrugada

Leia Seca: Polícia autua 17 motoristas em blitz na Via Costeira de Natal esta madrugada

A Polícia Militar do Rio Grande do Norte deteve 17 motoristas em uma blitz da Lei Seca realizada na madrugada deste domingo na Via Costeira, em Natal. Esses condutores foram levados para a delegacia de plantão da zona Sul da cidade, onde foram autuados. Todos foram liberados após pagarem fiança.

Duas barreiras foram montadas porque havia um show da banda Capital Inicial em um dos hoteis da Via Costeira e porque houve shows de grupos de samba nas Rocas, bairro da zona Leste. “O objetivo é disciplinar os maus condutores. Vamos continuar com esse trabalho e tentar reduzir o número de motoristas embriagados ao volante”, falou o comandante geral da PM, coronel Francisco Araújo.

(Foto: Rafael Barbosa/G1)
A blitz foi realizada de 1h às 4h. Ao todo, 1.124 motoristas foram submetidos ao teste do bafômetro. De acordo com a PM, 69 CNHs foram recolhidas. Além dos 17 motoristas autuados, outros seis foram multados por estarem dirigindo sem a carteira de habilitação.
A blitz foi montada pela equipe do Comando de Policiamente Rodoviário Estadual (CPRE). As barreiras foram instaladas na altura do próprio posto da CPRE e próximo ao Centro de Convenções de Natal.
Além da fiscalização por excesso de álcool, muitos condutores também foram multados por estacionar seus veículos em locais proibidos da Via Costeira.
Estatísticas
Em operações da Lei Seca realizadas em Natal e região metropolitana somente neste primeiro trimestre do ano, o Detran revelou que reteve mais de 1.100 habilitações – o equivalente a mais do que o dobro das carteiras apreendidas em 2013, período em que 534 condutores tiveram suas CNHs recolhidas.
Lei Seca
As novas regras da Lei Seca consideram ato criminal quando o motorista é flagrado dirigindo com índice de álcool no sangue superior ao permitido pelo Código Brasileiro de Trânsito – 0,34 miligrama de álcool por litro de ar expelido ou 6 decigramas por litro de sangue.
Neste caso, a pena é de detenção de seis meses a três anos, multa e suspensão temporária da carteira de motorista ou proibição permanente de se obter a habilitação.
Condutores autuados por este tipo de infração pagam R$ 1.915,40 de multa,  perdem 7 pontos e têm as carteiras de motorista apreendidas. O valor é dobrado caso o motorista tenha cometido a mesma infração nos 12 meses anteriores.
Se o bafômetro registrar um índice igual ou superior a 0,05 miligrama de álcool por litro de ar, mas abaixo dos 0,34 permitidos pelo Código de Trânsito, o condutor é punido apenas com multa.
No exame de sangue, o motorista será multado por qualquer concentração de álcool, e pode ser preso se tiver mais que 6 decigramas de álcool por litro de sangue.
Do G1 RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.