sábado , dezembro 3 2016
Home / Polícia / Igreja de São Judas Tadeu em Patos-PB é depredada e imagens sacras são destruídas

Igreja de São Judas Tadeu em Patos-PB é depredada e imagens sacras são destruídas

A Igreja de São Judas Tadeu em Patos-PB tem imagens sacras destruídas por vândalo

Imagens sacras foram destruídas

Imagens sacras foram destruídas

A Igreja de São Judas Tadeu, localizada no Bairro da Vitória, Zona Leste de Patos, cidade do Sertão paraibano que fica a 320 quilômetros de João Pessoa, teve suas imagens sacras destruídas na noite deste sábado (11).

De acordo com informações da Delegacia de Patos, um jovem entrou utilizando uma motocicleta, pelo acesso lateral da igreja por volta das 22h e conseguiu quebrar a porta. Ao ter acesso às imagens sacras expostas, quebrou pelo menos cinco delas, segundo a polícia. Equipamentos eletrônicos também foram danificados.

Após os atos de destruição, o jovem fugiu. A Polícia Militar foi acionada e conseguiu localizar e prender o suspeito Leonardo Silva Cavalcanti.

Ele já teria invadido pelo menos cinco igrejas da cidade, entre elas a de maior importância histórica para o município, a Catedral de Nossa Senhora D’aguia, e cometido os atos de vandalismo, quebrando diversas imagens sacras.

Vândalo destrói imagens em igreja de Patos

Foto: Vândalo destrói imagens em igreja de Patos

Leonardo foi encaminhado para a delegacia de Patos para responder por danos ao patrimônio, no entanto, familiares foram até lá e informaram que Leonardo tem problemas de saúde mental e já teria sido internado.

O jovem estaria muito agitado no momento da prisão e uma ambulância do Samu foi chamada para atendê-lo. Leonardo foi medicado e em seguida liberado já na madrugada deste domingo (12).

Igrejas católicas de Patos, através de alguns religiosos, estão dispostos a ajudar para que o jovem passe por tratamento médico.

Da Redação com Luciana Rodrigues e Jozivan Antero

Blog Mari Fuxico VIA Blog Voz do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.