domingo , dezembro 11 2016
Home / Nacional / Criança de seis anos morre ao ser baleado por PM em cidade do Piauí

Criança de seis anos morre ao ser baleado por PM em cidade do Piauí

Menino de seis anos morre durante perseguição policial no Piauí

Criança brincava na frente de casa quando levou um tiro e morreu.
PM que teria efetuado o disparo fugiu e pode ser preso a qualquer momento.

image

Gustavo brincava em frente a sua casa quando foi baleado (Foto: Reprodução/TV Clube)

Uma perseguição policial em Altos, a 37 quilômetros de Teresina, terminou em tragédia na noite desta sexta-feira (15). Gustavo de Jesus Oliveira morreu após levar um tiro enquanto brincava na rua que fica em frente a sua casa. A família e populares afirmam que o disparo partiu de um policial envolvido na ocorrência, que chegou a levar a criança para o hospital, mas a vítima já estava sem vida. Inicialmente a polícia afirmou que o menino teria cinco anos, mas familiares confirmaram que a idade correta é seis anos.

Testemunhas disseram que, por volta de 20h30, uma guarnição da PM entrou na rua onde acontecia o aniversário do irmão de Gustavo perseguindo dois suspeitos de roubo de moto e tráfico de drogas. Ao se aproximarem do local da festa, um dos suspeitos caiu do veículoe entrou na residência. Foi neste momento, dizem as testemunhas, que um policial militar efetuou três disparos contra o suspeito. Um dos tiros atingiu de raspão o braço esquerdo do menino, entrando no peito de Gustavo e o levando a morte

O tenete-coronel Sá Júnior, relações públicas da PM, afirma que a Corregedoria da corporação está investigando o caso e que ela já coletou o depoimento do comandante da guarnição envolvida na tragédia.
“É prematuro afirmar de fato o que aconteceu, só quem poderá fazer isso será a investigação que está a cargo da Polícia Civil. Estamos com o pessoal do 8 Batalhão e da Assistência Social em Altos para prestar todo o auxílio que a família necessita”, relata o coronel.

O policial ao qual o tiro é atribuído fugiu e pode ser preso a qualquer momento. "É preciso dizer que essa ação não reflete a ação da polícia, o que nós pregamos, nem aos ensinamentos com relação a uma perseguição. O comandante do 8º Batalhão junto com o comandante da PM em Altos estão em diligência para capturar o policial militar e tomar todas as providências que a lei requer", finaliza.

G1 PI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.