domingo , dezembro 11 2016
Home / Esportes / Flamengo aposta em Maracanã para evitar reclamações e saídas de sócios-torcedores

Flamengo aposta em Maracanã para evitar reclamações e saídas de sócios-torcedores

Com pouco mais de 37 mil adesões, o programa de sócio-torcedor do Flamengo, que completa seis meses nos próximos dias, é considerado um sucesso por muitos na diretoria do clube. Fora dela, porém, alguns dos principais interessados do "Nação Rubro-Negra", como é chamado, não estão tão satisfeitos e podem reduzir estes números.

Com pouco mais de 37 mil adesões, o programa de sócio-torcedor do Flamengo, que completa seis meses nos próximos dias, é considerado um sucesso por muitos na diretoria do clube. Fora dela, porém, alguns dos principais interessados do "Nação Rubro-Negra", como é chamado, não estão tão satisfeitos e podem reduzir estes números. Responsáveis por mais de 60% das inscrições no programa, os sócios do Rio de Janeiro assistiram a apenas seis jogos na cidade desde o lançamento da campanha, sendo que em apenas três oportunidades tiveram promoções ou benefícios por ingressos. O número reduzido e a falta de maiores vantagens já faz com que uma parcela de torcedores repense a renovação de seus planos (semestrais). Preocupado com uma possível debandada de alguns sócios, a diretoria do Flamengo aposta na definição de utilizar o Maracanã como casa para o segundo turno do Campeonato Brasileiro para evitar as saídas e diminuir tal insatisfação. Entre rodadas do Brasileiro e partidas da Copa do Brasil, o Flamengo deverá fazer dez partidas no Rio de Janeiro até o final do ano. A quantidade de jogos nos três próximos meses praticamente dobra os números do último semestre. E o Rubro-negro já inicia sua sequência no Maracanã para amenizar a relação com sócios-torcedores do Rio de Janeiro nesta quinta-feira. O time encara o Santos com ingressos por até R$ 15 (meia-entrada para membros do programa, na arquibancada à direita das cabines de TV). Na sequência, o time encara o Atlético-PR, no próximo dia 19, e Botafogo no dia 25. Os jogos, igualmente importantes para a melhora do rendimento da equipe na temporada, irão definir ainda o novo cenário para sócios-torcedores. Nos primeiros seis meses, a experiência não foi das melhores para os flamenguistas do Rio de Janeiro.

Alexandre Vidal/Fla Imagem Diretoria do Flamengo espera atrair torcida ao Maracanã para evitar debandada de sócios-torcedores

Responsáveis por mais de 60% das inscrições no programa, os sócios do Rio de Janeiro assistiram a apenas seis jogos na cidade desde o lançamento da campanha, sendo que em apenas três oportunidades tiveram promoções ou benefícios por ingressos. O número reduzido e a falta de maiores vantagens já faz com que uma parcela de torcedores repense a renovação de seus planos (semestrais).

Preocupado com uma possível debandada de alguns sócios, a diretoria do Flamengo aposta na definição de utilizar o Maracanã como casa para o segundo turno do Campeonato Brasileiro para evitar as saídas e diminuir tal insatisfação.

Entre rodadas do Brasileiro e partidas da Copa do Brasil, o Flamengo deverá fazer dez partidas no Rio de Janeiro até o final do ano. A quantidade de jogos nos três próximos meses praticamente dobra os números do último semestre.

E o Rubro-negro já inicia sua sequência no Maracanã para amenizar a relação com sócios-torcedores do Rio de Janeiro nesta quinta-feira. O time encara o Santos com ingressos por até R$ 15 (meia-entrada para membros do programa, na arquibancada à direita das cabines de TV).

Na sequência, o time encara o Atlético-PR, no próximo dia 19, e Botafogo no dia 25. Os jogos, igualmente importantes para a melhora do rendimento da equipe na temporada, irão definir ainda o novo cenário para sócios-torcedores. Nos primeiros seis meses, a experiência não foi das melhores para os flamenguistas do Rio de Janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.