sábado , dezembro 3 2016
Home / Polícia / Crueldade: Bebê apedrejado em Natal é levado para hospital com trauma na cabeça e suspeito é preso

Crueldade: Bebê apedrejado em Natal é levado para hospital com trauma na cabeça e suspeito é preso

Criança tem 10 meses. Ela foi transferida para o Hospital Walfredo Gurgel.
Suspeito foi preso. Segundo a PM, ele também agrediu filho de 4 anos.

Passam bem as duas crianças agredidas por um homem na manhã desta quarta-feira (18) na zona Norte de Natal. De acordo com o Hospital Pediátrico Maria Alice Fernandes, para onde as crianças foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), o bebê de 10 meses que levou uma pedrada sofreu um trauma na região frontal da cabeça, enquanto o irmão mais velho, de 4 anos, tem um hematoma em um dos olhos. O suspeito foi preso por um guarda patrimonial após apedrejar o bebê e esbofetear a criança enquanto discutia com a mãe delas. “O alvo, na verdade, era a mulher”, contou Ivanaldo Rodrigues, chefe de Grupo de Ação da guarda. O caso aconteceu no Vale Dourado. Segundo informações do pronto-atendimento do hospital, o bebê levou pontos na cabeça e está respondendo bem aos estímulos da equipe médica. Mesmo assim, deve ser transferido para o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel para ser avaliado por um neurologista, uma vez que sofreu um trauma. “Foi uma coisa feia. Não sei como minha neta conseguiu sobreviver”, disse ao G1 Ubiratan Max de Oliveira, de 52 anos, que é avô das crianças. Agressões As agressões aconteceram na manhã desta quarta-feira (18) na rua São Severino dos Ramos, no Vale Dourado, zona Norte da capital potiguar. Segundo o avô das crianças, o homem teria ido à casa da família durante a madrugada pedir dinheiro. “Ele chegou pedindo um dinheiro de drogas e ela deu o dinheiro pra ele. Mesmo assim, ele disse que ia pegá-la. Disse que ia me matar, matar a mãe, a família inteira”, contou. Durante a manhã, o homem encontrou a vítima na rua. Ele tentou agredi-la e arremessou a pedra, que acabou acertando o bebê. Na confusão, o suspeito também agrediu o filho de 4 anos, que foi esbofeteado. O suspeito foi preso pelo guarda patrimonial quando tentava fugir.Suspeito de agredir bebê e o próprio filho está
preso em Natal (Foto: Victor Lyra/G1)
Passam bem as duas crianças agredidas por um homem na manhã desta quarta-feira (18) na zona Norte de Natal. De acordo com o Hospital Pediátrico Maria Alice Fernandes, para onde as crianças foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), o bebê de 10 meses que levou uma pedrada sofreu um trauma na região frontal da cabeça, enquanto o irmão mais velho, de 4 anos, tem um hematoma em um dos olhos. O suspeito foi preso por um guarda patrimonial após apedrejar o bebê e esbofetear a criança enquanto discutia com a mãe delas. “O alvo, na verdade, era a mulher”, contou Ivanaldo Rodrigues, chefe de Grupo de Ação da guarda. O caso aconteceu no Vale Dourado.
Segundo informações do pronto-atendimento do hospital, o bebê levou pontos na cabeça e está respondendo bem aos estímulos da equipe médica. Mesmo assim, deve ser transferido para o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel para ser avaliado por um neurologista, uma vez que sofreu um trauma.
“Foi uma coisa feia. Não sei como minha neta conseguiu sobreviver”, disse ao G1 Ubiratan Max de Oliveira, de 52 anos, que é avô das crianças.
Agressões
As agressões aconteceram na manhã desta quarta-feira (18) na rua São Severino dos Ramos, no Vale Dourado, zona Norte da capital potiguar. Segundo o avô das crianças, o homem teria ido à casa da família durante a madrugada pedir dinheiro. “Ele chegou pedindo um dinheiro de drogas e ela deu o dinheiro pra ele. Mesmo assim, ele disse que ia pegá-la. Disse que ia me matar, matar a mãe, a família inteira”, contou.
Durante a manhã, o homem encontrou a vítima na rua. Ele tentou agredi-la e arremessou a pedra, que acabou acertando o bebê. Na confusão, o suspeito também agrediu o filho de 4 anos, que foi esbofeteado. O suspeito foi preso pelo guarda patrimonial quando tentava fugir.

Do G1 RN

VEJA TAMBÉM

No estado do Pará, marido mata a esposa à facadas e finge de morto ao lado do corpo

Polícia Militar troca tiros e recupera carro roubado da Prefeitura de Marcelino Vieira

Viciada em drogas é morta a tiros no bairro Nossa Senhora da Apresentação, Zona Norte de Natal

Mais um crime violento em Mossoró: 134ª morte do ano 2013

Mossoró: Mais uma morte violenta, a de 133ª em 2013

Ex-presidiário é assassinado com tiros na cabeça no bairro Felipe Camarão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.