sábado , dezembro 3 2016
Home / Esportes / Botafogo vence o Timão com gol de Hyuri no fim do jogo

Botafogo vence o Timão com gol de Hyuri no fim do jogo

Hyuri marca no fim para dar vitória ao Botafogo sobre o Corinthians

O empate, que não era bom para ninguém, foi mantido até os 44 minutos do segundo tempo no Estádio do Maracanã. Aí, o jovem Hyuri recebeu na cara de Cássio, tocou por cima do goleiro e definiu a importante vitória por 1 a 0 do Botafogo sobre o Corinthians.
Ainda mais importante porque o líder Cruzeiro e o Grêmio, terceiro colocado, também venceram. Assim, a equipe de General Severiano chegou aos 39 pontos, mantendo o segundo lugar e a distância de quatro pontos para a primeira posição. Os visitantes, com 30 – um nos últimos três jogos –, vão vendo até a possível vaga na Copa Libertadores ficar bem distante.
A partida foi bastante equilibrada, tendo o Botafogo as melhores chances no primeiro tempo. Tudo caminhava para um jogo sem gols, mas o lateral esquerdo corintiano Igor se machucou e deu lugar ao zagueiro Felipe. Improvisado, o beque levou a bola nas costas que decidiu o jogo.
Divulgação
O empate, que não era bom para ninguém, foi mantido até os 44 minutos do segundo tempo no Estádio do Maracanã. Aí, o jovem Hyuri recebeu na cara de Cássio, tocou por cima do goleiro e definiu a importante vitória por 1 a 0 do Botafogo sobre o Corinthians. Ainda mais importante porque o líder Cruzeiro e o Grêmio, terceiro colocado, também venceram. Assim, a equipe de General Severiano chegou aos 39 pontos, mantendo o segundo lugar e a distância de quatro pontos para a primeira posição. Os visitantes, com 30 – um nos últimos três jogos –, vão vendo até a possível vaga na Copa Libertadores ficar bem distante. A partida foi bastante equilibrada, tendo o Botafogo as melhores chances no primeiro tempo. Tudo caminhava para um jogo sem gols, mas o lateral esquerdo corintiano Igor se machucou e deu lugar ao zagueiro Felipe. Improvisado, o beque levou a bola nas costas que decidiu o jogo. O Corinthians foi melhor nos minutos iniciais, chegando com perigo ao gol defendido por Renan. O Botafogo cresceu ao longo do primeiro tempo e teve a melhor chance, com Seedorf. No intervalo, o placar do Maracanã seguiu inalterado. Com as equipes espelhadas taticamente, os visitantes começaram bem em suas triangulações pelos lados do campo. Em uma delas, Romarinho recebeu de Edenílson na direita e rolou para Emerson chutar por cima. Os donos da casa acabaram se ajustando. Após lançamento da direita, Seedorf recebeu em posição duvidosa, tirou Cássio e não teve a tranquilidade de observar que Paulo André protegia o gol. O beque evitou a abertura do placar a um passo da linha. O próprio Seedorf teve nova oportunidade, após cruzamento da direita, chegando com inteligência para furar a linha de impedimento do Corinthians. Ele poderia ter dominado, mas resolveu bater de primeira com a bola no ar e errou. Após cerca de 20 minutos de domínio do Botafogo, os visitantes cresceram e chegaram bem, especialmente em jogadas pela direita. As equipes desceram aos vestiários, no entanto, sem nenhuma rede balançada.
Hyuri vibra com o gol que definiu o confronto alvinegro já nos minutos finais (foto: Vitor Silva/SSPress)
Equilíbrio
O Corinthians foi melhor nos minutos iniciais, chegando com perigo ao gol defendido por Renan. O Botafogo cresceu ao longo do primeiro tempo e teve a melhor chance, com Seedorf. No intervalo, o placar do Maracanã seguiu inalterado.
Com as equipes espelhadas taticamente, os visitantes começaram bem em suas triangulações pelos lados do campo. Em uma delas, Romarinho recebeu de Edenílson na direita e rolou para Emerson chutar por cima.
Os donos da casa acabaram se ajustando. Após lançamento da direita, Seedorf recebeu em posição duvidosa, tirou Cássio e não teve a tranquilidade de observar que Paulo André protegia o gol. O beque evitou a abertura do placar a um passo da linha.
O próprio Seedorf teve nova oportunidade, após cruzamento da direita, chegando com inteligência para furar a linha de impedimento do Corinthians. Ele poderia ter dominado, mas resolveu bater de primeira com a bola no ar e errou.
Após cerca de 20 minutos de domínio do Botafogo, os visitantes cresceram e chegaram bem, especialmente em jogadas pela direita. As equipes desceram aos vestiários, no entanto, sem nenhuma rede balançada.
Divulgação/Agência Corinthians
O empate, que não era bom para ninguém, foi mantido até os 44 minutos do segundo tempo no Estádio do Maracanã. Aí, o jovem Hyuri recebeu na cara de Cássio, tocou por cima do goleiro e definiu a importante vitória por 1 a 0 do Botafogo sobre o Corinthians. Ainda mais importante porque o líder Cruzeiro e o Grêmio, terceiro colocado, também venceram. Assim, a equipe de General Severiano chegou aos 39 pontos, mantendo o segundo lugar e a distância de quatro pontos para a primeira posição. Os visitantes, com 30 – um nos últimos três jogos –, vão vendo até a possível vaga na Copa Libertadores ficar bem distante. A partida foi bastante equilibrada, tendo o Botafogo as melhores chances no primeiro tempo. Tudo caminhava para um jogo sem gols, mas o lateral esquerdo corintiano Igor se machucou e deu lugar ao zagueiro Felipe. Improvisado, o beque levou a bola nas costas que decidiu o jogo. O Corinthians foi melhor nos minutos iniciais, chegando com perigo ao gol defendido por Renan. O Botafogo cresceu ao longo do primeiro tempo e teve a melhor chance, com Seedorf. No intervalo, o placar do Maracanã seguiu inalterado. Com as equipes espelhadas taticamente, os visitantes começaram bem em suas triangulações pelos lados do campo. Em uma delas, Romarinho recebeu de Edenílson na direita e rolou para Emerson chutar por cima. Os donos da casa acabaram se ajustando. Após lançamento da direita, Seedorf recebeu em posição duvidosa, tirou Cássio e não teve a tranquilidade de observar que Paulo André protegia o gol. O beque evitou a abertura do placar a um passo da linha. O próprio Seedorf teve nova oportunidade, após cruzamento da direita, chegando com inteligência para furar a linha de impedimento do Corinthians. Ele poderia ter dominado, mas resolveu bater de primeira com a bola no ar e errou. Após cerca de 20 minutos de domínio do Botafogo, os visitantes cresceram e chegaram bem, especialmente em jogadas pela direita. As equipes desceram aos vestiários, no entanto, sem nenhuma rede balançada.
Alexandre Pato voltou da Seleção e entrou no segundo tempo, mas não resolveu (foto: Daniel Augusto Jr.)
Garoto decide
Após um bom primeiro tempo, o ritmo aumentou no início da etapa final. Edilson quase marcou contra de um lado, na tentativa de cortar cruzamento, mas chegou bem do outro, obrigando Cássio a fazer duas boas defesas.
Com o jogo equilibrado, Hyuri e Alexandre Pato – que voltou às pressas da Seleção Brasileira – foram as principais apostas dos dois treinadores. Aquela feita por Oswaldo de Oliveira deu o melhor resultado.
Com Felipe improvisado na lateral esquerda, no lugar do contundido Igor, Edilson meteu bola nas costas do zagueiro. O jovem Hyuri, de 21 anos, que já havia mostrado seu talento na última semana, tocou na saída de Cássio, aos 44 minutos, e decidiu o jogo.
Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.