domingo , dezembro 4 2016
Home / Polícia / Assu: Jovem pula muro para entrar em CDP, mas foge após guarda atirar; veja vídeo

Assu: Jovem pula muro para entrar em CDP, mas foge após guarda atirar; veja vídeo

Imagens mostram momento que homem invade dependências do Centro de Detenção Provisória de Assu.

Foto: Reprodução

O Centro de Detenção Provisória de Assu vem sofrendo nos últimos meses com diversas invasões em suas instalações, devido o muro da unidade ser bastante baixo para os padrões de uma cadeia. Desta vez, o circuito de câmeras flagrou o momento exato da invasão e mostra, inclusive, o suspeito correndo ao ser surpreendido com tiros. Os agentes penitenciários e policiais militares que trabalham naquele CDP já perderam as contas de quantas vezes criminosos pularam o muro para jogar droga para os presos. Como a parede é baixa, eles praticamente não têm trabalho de ultrapassar a barreira e chegar até o comungol e ter acesso aos presos. No início deste ano, autoridades de Assu chegaram a se reunir para discutir sobre a insegurança no Centro de Detenção Provisória e, inclusive, ficou acertado que o material de construção, como tijolos e cimento, seria doado pela Associação de Ceramista do Vale do Açu e também pela Prefeitura de Assu. Na ocasião, a juíza Maria Nilvada Neco Torquato, da 1ª Vara Criminal de Assu, chegou a garantir benefício da redução de pena para os presos que fossem trabalhar na ampliação do muro. Passado alguns meses, o projeto de reforço na segurança do CDP ainda não saiu do lugar e, por isso, as invasões continuam sendo registradas.

O Centro de Detenção Provisória de Assu vem sofrendo nos últimos meses com diversas invasões em suas instalações, devido o muro da unidade ser bastante baixo para os padrões de uma cadeia. Desta vez, o circuito de câmeras flagrou o momento exato da invasão e mostra, inclusive, o suspeito correndo ao ser surpreendido com tiros.

Os agentes penitenciários e policiais militares que trabalham naquele CDP já perderam as contas de quantas vezes criminosos pularam o muro para jogar droga para os presos. Como a parede é baixa, eles praticamente não têm trabalho de ultrapassar a barreira e chegar até o comungol e ter acesso aos presos.

No início deste ano, autoridades de Assu chegaram a se reunir para discutir sobre a insegurança no Centro de Detenção Provisória e, inclusive, ficou acertado que o material de construção, como tijolos e cimento, seria doado pela Associação de Ceramista do Vale do Açu e também pela Prefeitura de Assu.

Na ocasião, a juíza Maria Nilvada Neco Torquato, da 1ª Vara Criminal de Assu, chegou a garantir benefício da redução de pena para os presos que fossem trabalhar na ampliação do muro. Passado alguns meses, o projeto de reforço na segurança do CDP ainda não saiu do lugar e, por isso, as invasões continuam sendo registradas.

veja vídeo abaixo:

PORTAL BO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.