quarta-feira , dezembro 7 2016
Home / Nacional / Telexfree e BBom: veja as últimas notícias de hoje Segunda,12/08/2013

Telexfree e BBom: veja as últimas notícias de hoje Segunda,12/08/2013

image
Inquérito policial que investiga Telexfree será reaberto no Acre

Os autos do processo envolvendo o caso da empresa Telexfree passarão a tramitar em segredo de justiça. A decisão foi tomada pelo desembargador Samoel Evangelista, na quarta-feira (31).

De acordo com a assessoria do Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC), a decisão vale apenas para os recursos que forem relacionados à ação principal movida pelo MP contra a empresa de marketing multinível.

A decisão atende a um pedido feito tanto pelo Ministério Público do Estado (MP-AC) como pelos advogados da Telexfree que pediram a garantia de confidencialidade das informações alegando que nos autos constam informações bancárias e fiscais, que possuem sigilo garantido pela Justiça.

Com a decisão, apenas as partes envolvidas passarão a ter acesso ao conteúdo da ação na íntegra. As decisões tomadas pelos desembargadores, no entanto continuarão a ser divulgadas.
O próximo julgamento, de um agravo de instrumento da Telexfree, deverá ocorrer no próximo dia 12 de agosto, na Câmara Cível.

Processo da Telexfree passa a tramitar em segredo de Justiça

http://g1.globo.com/ac/acre/noticia/2013/08/processo-da-telexfree-passa-tramitar-em-segredo-de-justica.html

Telexfree: bloqueio será julgado no dia 12

http://economia.ig.com.br/2013-07-31/telexfree-bloqueio-sera-julgado-no-dia-12.html

Divulgadores da Telexfree cobram R$ 2,8 milhões em 176 processos judiciais

http://economia.ig.com.br/2013-07-29/divulgadores-da-telexfree-cobram-r-28-milhoes-em-176-processos-judiciais.html

BBom 6 de agosto de 2013

Ação pede o fim da BBOM e a devolução do dinheiro a associados

http://economia.ig.com.br/2013-08-06/acao-pede-o-fim-da-bbom-e-a-devolucao-do-dinheiro-a-associados.html

Empresa é acusada de ser pirâmide financeira ‘mais abrangente’ que Avestruz Master

O Ministério Público Federal em Goiás (MPF-GO) e o Ministério Público de Goiás (MP-GO) pediram à Justiça que decrete a dissolução da BBom e a devolução dinheiro investidos pelos cerca de 200 a 300 mil revendedores do negócio, acusado de ser uma pirâmide financeira.

A suposta fraude é “mais abrangente” do que a praticada pela Avestruz Master, que lesou 40 mil pessoas há cerca de oito anos, diz a procuradora da República Mariane de Mello, uma das responsáveis pela ação contra a BBom. Ela também atuou no caso das aves.

“Mesmo tendo ficado 7 anos no mercado, a Avestruz Master arrebanhou 40 mil associados [ e deu prejuízo de R$ 1 bilhão ]. A BBom, com três meses de atuação tinha cerca de 300 mil associados e nós conseguimos bloquear R$ 300 milhões. Proporcionalmente, a abrangência é muito maior”, diz Mariane, em entrevista ao iG .

Justiça de Goiás decreta novo bloqueio de bens da empresa BBomhttp://g1.globo.com/goias/noticia/2013/07/justica-de-goias-decreta-novo-bloqueio-de-bens-da-empresa-bbom.html

Fonte:http://baianow.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.