sexta-feira , dezembro 9 2016
Home / RN / Paralisação dos ônibus segue por tempo indeterminado

Paralisação dos ônibus segue por tempo indeterminado

De acordo com o Sintro, mobilização permanece até que a governadora opte por negocie com a categoria. Não há previsão de retorno dos ônibus.

Os Rodoviários pararam as atividades na manhã desta segunda-feira (5) em busca, principalmente, de mais segurança. A categoria seguiu em uma carreata até o Centro Administrativo, onde se encontram no momento, para protocolar uma pauta de reivindicações junto ao Governo do Estado.

A governadora Rosalba Ciarlini já avisou que vai receber os motoristas e cobradores que paralisaram suas atividades em protesto contra a onda de assaltos aos ônibus.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários do Rio Grande do Norte (Sintro/RN), Nastagnan Batista, a pretensão do movimento é entregar uma pauta de reivindicações à governadora. “A mobilização permanecerá firme até que Rosalba opte por negociar e ouvir nossas reivindicações. Até lá, não haverá previsão de retorno dos ônibus na cidade”.

A pauta que será entregue tem como ponto principal a segurança dos funcionários e passageiros do transporte público no estado. Segundo Nastagnan, a greve pretende dar um basta na quantidade de assaltos frequentes aos transportes. De acordo com o Sindicato, foram mais de 15 notificações nesse fim de semana.

O presidente do Sintro inclui na pauta de reivindicações, a abertura de uma secretaria pública específica para lidar com transporte público, criação de uma delegacia exclusiva para crimes recorrentes ao transporte e melhores condições salariais para os funcionários da rede rodoviária.

A paralisação teve início após o motorista Jorge Lopes da Silva, de 54 anos, ter sido esfaqueado por um casal de assaltantes na última sexta-feira (2). O motorista se encontra internado em estado de recuperação no Hospital Walfredo Gurgel.

Fonte: No MINUTO.COM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.