sexta-feira , dezembro 2 2016
Home / RN / O estado do RN receberá médicos de cinco países

O estado do RN receberá médicos de cinco países

Os espanhóis são maioria entre os estrangeiros do programa Mais Médicos que vem para o Rio Grande do Norte. Entre os profissionais intercambistas, serão quatro médicos da Espanha, três da Argentina, três da Bolívia, um da Itália e um da Ucrânia. Além deles, sete brasileiros completam a lista de médicos com diploma emitido em universidades estrangeiras. O RN também receberá sete cubanos pelo convênio firmado com a Organização Pan-Americana (Opas), que é ligada a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Adriano AbreuEm Serra Caiada, o programa vai atuar com um médico brasileiroEm Serra Caiada, o programa vai atuar com um médico brasileiro

Ao todo, serão 51 profissionais, 44 apenas pelo programa Mais Médicos. São 25 brasileiros formados no Brasil, outros sete com diplomas emitidos fora do país, além de 12 estrangeiros pelo programa e outros sete, cubanos, que virão pelo convênio com a Opas. As informações são da apoiadora de articulação interfederativa do Ministério da Saúde para o RN, Solane Costa.Natal receberá 14 médicos brasileiros, sendo seis deles formados fora do país. Além deles, a capital potiguar contará com dois bolivianos e um argentino. Ceará-Mirim terá nos quadros da saúde uma adição de quatro médicos, sendo dois espanhóis, um argentino e um boliviano. Touros contará com um brasileiro formado no Brasil, e ainda com um ucraniano.
Macaíba receberá quatro brasileiros formados no Brasil e outro fora do país, além de dois espanhóis e um argentino. Pelo convênio com a Opas, um cubano ficará no município. Um italiano deverá trabalhar em São Miguel do Gostoso. Os outros municípios só receberão médicos brasileiros formados no Brasil: Alexandria (1), Bom Jesus (1), Caraúbas (2), Extremoz (1), Ielmo Marinho (1), Lagoa de Pedras (1), Monte Alegre (1), Olho D’Água dos Borges (1), Porto do Mangue (1), Riacho da Cruz (1) e Serra Caiada (1)
De acordo com Solane Costa, uma reunião ocorre amanhã, com início às 8h, no 12º andar da Sesap. O objetivo é tratar do acolhimento dos médicos, junto aos coordenadores das unidades de atenção básica dos municípios participantes do programa.

Da Tribuna do Norte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.