sexta-feira , dezembro 9 2016
Home / Poemas e poesias / “Mesmo o peito mais forte e mais blindado Não resiste ao disparo da saudade”

“Mesmo o peito mais forte e mais blindado Não resiste ao disparo da saudade”

Sem a gente esperar ela dispara
E o abalo é maior pra quem espera
Como o tiro é certeiro dilacera
E o lugar estragado nunca sara
Vira o pranto uma chuva que não para
Mesmo tendo parado a tempestade…
No mais intimo da alma a dor invade
E nunca mais deixa o corpo sossegado…
“Mesmo o peito mais forte e mais blindado
Não resiste ao disparo da saudade”
Postado pelo poeta Ismael Pereira. Segundo Ismael provavelmente essa linda estrofe seja do poeta Zé Adalberto Vieira de Souza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.