sábado , dezembro 10 2016
Home / Polícia / Homem é preso em Grossos-RN acusado de estuprar criança de 4 anos

Homem é preso em Grossos-RN acusado de estuprar criança de 4 anos

Policiais Militares do destacamento da cidade Grossos-RN que tem a frente Sargento Sostenes,  prenderam na manhã de quarta feira 14/08/13, um homem  acusado de ter estuprado uma criança de apenas 4 anos de idade. Antônio Alves dos Santos 39 anos conhecido como “João Coragem” natural de Janduis-RN, foi preso acusado de estuprar na noite de ontem (13/08/13) uma criança. Segundo informações da mãe da menina que vamos manter sua identidade preservada, sua filha chegou em casa cheia de areia e sem vestido só de calcinha. De acordo com a mãe ela saiu de casa de vestido. Quando ela foi da o banho na criança pediu que a menina lavasse as partes íntimas com a mão, então a menina disse à mãe que estava dolorida e não ia lavar, a mãe estranhou e pediu que a filha contasse o que tinha acontecido. A minha filha relatou que estava brincando quando o acusado a puxou pelo braço e levou para uma casa próximo, tirou a roupa dele e a dela e introduziu o dedo nas partes íntimas dela, em seguida tentou estuprar. Na mesma hora procurei os policiais que desde ontem tentaram localizar o acusado. Hoje pela manhã a mãe levou a filha no médico da cidade e perguntou se teria sido alguma pancada que a menina tinha levado, foi ai que o médico disse. Negativo isso aqui foi uma tentativa de estupro. Na manhã de hoje o CB Hiro e o Sd Berg conseguiram localizar Antônio que estava trabalhando no momento da prisão. Os policiais conduziram o mesmo para a DP Plantão em Mossoró. Na delegacia, “por pouco o mesmo não foi linchado na delegacia da cidade” relatou os policiais. A criança reconheceu de imediato Antônio como sendo o autor do ato. De acordo com o Sargento Sostenes o acusado já tem passagem pela polícia por tráfico de drogas, furto e homicídio. Ele deverá ser autuado por estupro de vulnerável. Ainda de acordo com a mãe da criança, o acusado teria grande relacionamento com a família, e até refeições ela dava a ele, pois o mesmo morava na rua.

PASSANDO NA HORA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.