domingo , dezembro 4 2016
Home / Futebol / Cruzeiro vence Flamengo por 2 a 1 com direito a gol de placa no Mineirão

Cruzeiro vence Flamengo por 2 a 1 com direito a gol de placa no Mineirão

A torcida do Cruzeiro lotou o Mineirão e, dentro de campo, a equipe correspondeu com mais uma boa exibição coroada com a vitória. A vítima desta quarta-feira foi o Flamengo, jogo válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil. A Raposa superou os cariocas por 2 a 1, e abriu vantagem para o jogo de volta no Maracanã.

O atacante Willian abriu o placar, mas o melhor estava reservado para o segundo tempo. O meia-atacante Everton Ribeiro recebeu lançamento de Ricardo Goulart, aplicou um lençol em cima de Luiz Antônio e sem deixar bola cair fuzilou com a canhota, gol de placa. Carlos Eduardo descontou para o Flamengo, após falha individual de Dedé.

Com o resultado, o Cruzeiro vai atuar no Rio de Janeiro podendo empatar por qualquer placar para avançar na Copa do Brasil. Derrota por um gol de diferença com placar de 3 a 2 em diante também dá a vaga aos mineiros. Vitória simples para o Flamengo representa classificação para as quartas de final. Se devolver o marcador de 2 a 1, a decisão da vaga será na disputa de pênaltis.

O jogo de volta entre Cruzeiro e Flamengo será realizado na próxima quarta-feira, no Maracanã, mas antes as duas equipes voltam a pensar no Campeonato Brasileiro. A Raposa joga no sábado, enfrentando a Ponte Preta, em Campinas, enquanto o Urubu recebe o Grêmio, também no sábado.

O jogo – Atuando em casa, o Cruzeiro iniciou a partida de forma imponente, controlando as ações e buscando o ataque. Já o Flamengo priorizou a marcação, jogando com três zagueiros e congestionando o meio-campo com o intuito de inibir as jogadas criativas da Raposa. A velocidade cruzeirense, porém, prevaleceu contra a defesa carioca várias vezes durante o jogo.

Em uma boa jogada da equipe mineira, o zagueiro Bruno Rodrigo desviou cobrança de escanteio e errou o alvo, com a bola assustando o goleiro Felipe. A pressão celeste foi intensa até os 15 minutos iniciais, quando o Flamengo resolveu adiantar as linhas de marcação, minimizando a supremacia cruzeirense até então.

Washington Alves/Vipcomm/Divulgação

De volta ao futebol brasileiro, Willian marcou o primeiro do cruzeiro na vitória sobre o Flamengo, por 2 a 1, no Mineirão

Apesar da melhora do time carioca, o Cruzeiro continuou mais perigoso no jogo, e quase abriu o placar com o avante Borges, que recebeu lançamento preciso de Everton Ribeiro, mas Felipe fez grande defesa evitando a abertura do placar. A movimentação e a troca constante de posições dos jogadores de ataque da Raposa confundiram muito os marcadores Rubro-Negros.

Até os 24 minutos, o Flamengo ainda não tinha chegado com perigo contra a meta do goleiro Fábio, aí apareceu o atacante Marcelo Moreno, que fora da área, driblou o zagueiro Dedé e mandou a bomba, acertando a trave esquerda e levantando a torcida flamenguista presente no Mineirão. A resposta do Cruzeiro não demorou e veio com a abertura do marcador.

Um ataque rápido pela direita culminou aos 27, com o gol de Willian, que pegou rebote, após excelente defesa de Felipe, e só teve o trabalho de empurrar para as redes, anotando seu primeiro tento com camisa celeste para enlouquecer a torcida estrelada no Gigante da Pampulha. Sem diminuir o ritmo, o time do técnico Marcelo Oliveira continuou com as rédeas do jogo, sendo muito pouco ameaçado.

Na volta para a etapa complementar, o Flamengo agrediu um pouco mais a equipe mineira, mas ainda muito preocupado com a marcação, já que os celestes atacaram bastante. Aos oitos minutos, Ricardo Goulart colocou Borges na cara do gol, o atacante tentou arremate cruzado e errou o alvo. Logo na sequência, o zagueiro Bruno Rodrigo teve mais uma chance para a Raposa, mas cabeçada parou na trave direita.

Melhor jogador em campo, o armador Everton Ribeiro aproveitou lançamento de Ricardo Goulart, e aos 12, marcou um gol de cinema, merecedor de placa no Mineirão. O cruzeirense aplicou um lençol em cima de Luiz Antônio e sem deixar bola cair fuzilou com a canhota, em um dos mais maravilhosos gols da temporada.

Parecia que o gol cruzeirense seria um banho de água fria na equipe visitante, mais um vacilo da zaga mineira recolocou os flamenguistas na partida aos 23 minutos. Dedé errou, Marcelo Moreno foi esperto e acertou a trave, no rebote, Carlos Eduardo estufou as redes do Mineirão, diminuindo o prejuízo.

Jogando em casa, o técnico Marcelo Oliveira decidiu promover a estreia do armador Júlio Baptista, o jogador, porém, foi discreto no jogo. Já sem o mesmo fôlego do inicio da partida, o Cruzeiro diminuiu o ritmo e permitiu aos cariocas atacar nos minutos finais, tentando o empate, mas o placar não sofreu mais mudanças.

Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.