segunda-feira , dezembro 5 2016
Home / Futebol / Corinthians e Fluminense não passam no 0 a 0 no Maracanã

Corinthians e Fluminense não passam no 0 a 0 no Maracanã

Rio de Janeiro – Em um jogo de poucas oportunidades, no qual só partiu ao ataque nos minutos finais, com um homem a mais, o Corinthians não conseguiu nada além de um empate. O 0 a 0 com o Fluminense foi o placar mais justo no Maracanã e impediu a equipe alvinegra de dar um novo salto no Campeonato Brasileiro.
Com o resultado, o time dirigido por Tite chegou aos 22 pontos, perdendo a oportunidade de subir para terceiro lugar e ficar, ao menos até o complemento da rodada, a um ponto do líder. Agora, após três dias no grupo dos quatro primeiros, o campeão mundial está em sexto, posição que pode perder na quinta-feira.
Com desfalques importantes, os donos da casa colocaram Edinho como terceiro zagueiro, fecharam o espaço em frente à área e impediram o rival de ficar com a bola. Houve bons momentos da formação tricolor, que teve uma chance em chute de Igor Julião e chegou aos 15 pontos, mantendo-se na parte de baixo da tabela.
Os visitantes só foram com maior ímpeto ao ataque após a expulsão de Gum, aos 33 minutos do segundo tempo. Tite abriu mão do zagueiro Paulo André para buscar o gol e apareceram duas oportunidades para Emerson, que parou em ótima defesa de Diego Cavalieri já nos acréscimos.
Divulgação/Agência Corinthians
Partida no Estádio do Maracanã teve muita marcação e poucas oportunidades de gol (foto: Rodrigo Coca)
O jogo – Sem Jean, Carlinhos e Fred, Vanderlei Luxemburgo procurou dar força ao Fluminense e proteção aos jovens laterais Igor Julião e Ronan. Foram escalados três volantes, um dos quais — Edinho — atuava praticamente como um terceiro zagueiro, no auxílio a Gum e a Leandro Euzébio.
O Corinthians adotou o seu 4-2-3-1 tradicional, com Renato Augusto no lugar do desgastado Danilo, e sofreu com uma arma que usa às vezes. A marcação adiantada do Fluminense criou problemas para os visitantes, dominados nos 15 minutos iniciais do confronto.
No período, os donos da casa criaram uma boa jogada, em passe de Felipe que deixou Diguinho em boa posição dentro da área. Mas a zaga conseguiu cortar o cruzamento rasteiro, e a equipe alvinegra começou a se encontrar, chegando finalmente ao campo de ataque, onde trocou passes curtos.
Na jogada de maior perigo do Timão até o intervalo, Alexandre Pato recebeu no mano a mano, encarou a marcação e parou em Diego Cavalieri no chute forte de pé esquerdo. Houve pouco além disso, em um primeiro tempo de poucas jogadas agudas dos dois lados.
O jogo seguiu morno após o intervalo, mas o Fluminense voltou a se estabelecer no campo de ataque. Até a marca dos 20 minutos, Igor Julião foi quem esteve mais perto do gol, em chute forte do bico da área. Cássio defendeu, e Samuel — substituto de Kennedy — desperdiçou o rebote, tendo a sorte de um impedimento ser mal marcado.
Divulgação/Agência Corinthians
O meio-campista Renato Augusto não teve a mesma eficiência de partidas anteriores (foto: Rodrigo Coca)
Também entraram Wagner e Biro-Biro. Do outro lado, Tite trocou Pato por Douglas, que achou bom lançamento para Emerson. Gum parou a jogada com um carrinho muito violento e foi expulso, aos 33 minutos. Pouco depois, o treinador corintiano resolveu tentar a vitória com Danilo no lugar de Guilherme.
O ataque se tornou prioridade ainda maior com a troca do zagueiro Paulo André pelo meio-campista Ibson. Ralf foi para a defesa, e bons passadores tentaram levar o Corinthians à frente. Emerson teve uma chance e foi travado no giro. Em outra oportunidade, no penúltimo lance, o Sheik ficou com sobra e bateu no canto direito de Diego Cavalieri. O goleiro salvou o Fluminense com ótima defesa.
Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.