domingo , dezembro 4 2016
Home / Saúde / Algumas dicas para as mamães de primeira viagem. Confira!!

Algumas dicas para as mamães de primeira viagem. Confira!!

Uma gravidez vem sempre acompanhada de medo, dúvidas e anseios, e quando se trata da primeira gravidez, tudo isso vem em dobro. O início de uma gestação traz situações bem diferentes para cada mulher, mas ficar sensível às diversas oscilações no humor é característica marcante de qualquer gestação.

291fac0de58c025fd69f60df8c760e25
Assim que se descobre a gravidez, a futura mamãe deve procurar seu médico ginecologista para que sejam feitos exames a fim de verificar sua saúde e dar início ao pré-natal. Caso não tenha um médico de confiança, especialistas recomendam conversar com pessoas que tenham um, para colher informações que lhe levará a escolher o melhor profissional que a acompanhará durante toda a gestação, inclusive no momento do parto. O ginecologista Dr. Mauro Eduardo Wallauer de Mattos, em entrevista ao site Alô Bebê, afirma que “A indicação de amigas que já conhecem o trabalho do médico e sua formação é a melhor alternativa para quem ainda não tem seu médico de confiança”. É muito importante que seja estabelecida uma relação de confiança entre a gestante e o profissional, para que todos se sintam seguros e confortáveis com as novas mudanças que estão acontecendo.
Nas próximas quarenta semanas o corpo da gestante passará por diversas transformações, que anunciam o crescimento do bebê, e é muito importante que a futura mamãe faça seu pré-natal sem faltar às consultas, que serão mensais até a 30º semana, quinzenais entre a 31º e a 35º semana, e semanais a partir da 36º semana em diante. É durante o pré-natal que o médico detecta e previne problemas, como doenças que possam afetar a criança ou o seu desenvolvimento no útero, permitindo um desenvolvimento saudável do bebê e reduzindo os riscos da gestante. Qualquer alteração na gestação, como sangramentos ou dores muito fortes, deve ser avisada ao médico imediatamente. “Às vezes o sangramento é um sinal de alerta e nem há nada de muito complicado a ser resolvido. Mas sempre que ele aparecer, o médico deverá ser avisado imediatamente”, afirma Mattos.
Com acompanhamento adequado, o apoio da família e hábitos saudáveis, resta à futura mamãe curtir cada minuto desse momento mágico que é esperar um filho.

Por Paula Louredo Graduada em Biologia
Fonte: Brasil Escola

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.