quarta-feira , dezembro 7 2016
Home / Poemas e poesias / A poesia perde Luiz Campos o autor de “Me enganei com minha noiva”

A poesia perde Luiz Campos o autor de “Me enganei com minha noiva”

De luto a poesia popular.

A partir de ontem terça-feira(13), a poesia popular ficou mais pobre. O estado do Rio Grande do Norte, perde aos 73 anos, Luiz Campos, um gênio da poesia de qualidade, sobretudo daquele versos carregados de humor. Luiz é filho de Mossoró a  terra que expulsou o bando de Lampião, onde o mesmo poeta retratou em cordel.
O vate Luiz de Oliveira Campos, nasceu em 11 de outubro de 1939, foi poeta-cordelista e repentista.
Para melhor situar a obra vasta de Luiz Campos, basta lembrarmos de poesias matutas como: Me enganei com minha noiva que vários poetas gravaram inclusive Amazan; Carta a Papai Noé, Tabaco de Janoca dentre outras.
Luiz Campos, residia no bairro Lagoa do Mato em Mossoró e estava internado há alguns dias no Hospital Tarcísio Maia, onde veio a óbito no fim da tarde de ontem.
Outro dia, conversando com o poeta filho de Mossoró, Antonio Francisco na cidade de Currais Novos, o vate me confidenciou que aprendeu fazer cordel com Luiz Campos. Na verdade, Luiz foi um grande mestre para todos nós que teimamos em escrever ou declamar uma poesia.
Quando morei no Ceará e trabalhava no rádio, ou ministrava alguma palestra sobre a Literatura de Cordel, o trabalho de Luiz Campos foi sempre exaltado por mim, não apenas por ser um potiguar, mas por retratar tão bem um cenário nordestino, com o humor e crítica social como é o caso de Carta a papai noé.
Ouçam abaixo, o clipe da poesia Me enganei com minha noiva que o poeta Amazan musicou.
Por Léo Medeiros para o RN em Rede

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.