sábado , dezembro 10 2016
Home / Nacional / Agência Sanitária investiga se leite do Fome Zero infectou crianças no interior do Ceará

Agência Sanitária investiga se leite do Fome Zero infectou crianças no interior do Ceará

PRF apreendeu carga de leite do Fome Zero sem condições sanitárias.
Homem que transportava o leite disse que ele seria incinerado; PRF nega.

Leite era transportado em condições sanitárias inadequadas, no Ceará (Foto: PRF-CE/Divulgação)Leite era transportado em condições sanitárias inadequadas, no Ceará (Foto: PRF-CE/Divulgação)

A Agência Sanitária vai investigar se crianças das cidades de Itatira e Madalena, no Ceará, foram infectadas devido ao leite que era distribuído sem condições sanitárias adequadas, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal. O órgão estima que cerca de duas mil famílias tenha ingerido o leite distribuído sem cuidados com a higiene do transporte.

A apuração ocorre depois que uma carga de leite destinada a crianças foi apreendida, na  quarta-feira pela PRF-CE. Baratas andavam sobre os sacos, transportados em um caminhão sem refrigeração adequada. A carga foi apreendida no km 214 da BR-020.

Todo o produto, assim como o veículo e o condutor, foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Boa Viagem que acionou a Vigilância Sanitária local. Após a inspeção, o fiscal sanitário informou que toda a carga seria incinerada.

De acordo com os policiais, durante a abordagem da carga foram contabilizados cerca de 2.500 litros de leite ensacados. Segundo o condutor do carro e conforme recibos apresentados, o leite seria distribuído a crianças cadastradas pelo Programa Fome Zero, do Governo Federal, das secretarias de Saúde de Madalena e Itatira.

De acordo com a PRF-CE, o motorista também informou que já haviam sido entregues 5.335 sacos de leite no município de Boa Viagem, pouco antes da abordagem. A secretária de Saúde de Boa Viagem, Rosivalda Ferreira de Almeida, disse que o leite distribuído no município estava dentro dos padrões sanitários e de refrigração. "Nós fizemos o teste, inclusive fervemos parte do produto e estava em perfeitas condições".

O secretário de Saúde e Saneamento de Itatira, David Vieira, disse ao G1 que não havia sido comunicado dessa apreensão e que a partir de agora vai acompanhar mais de perto a distribuição do leite, inclusive com análise do produto por técnicos da secretaria. O G1 tentou falar com representantes da Prefeitura de Madalena, mas os telefones não atenderam.

"Na delegacia, a nossa fiscalização identificou que o caminhão que transportava o leite estava com temperatura de 25°, quando esse tipo de produto deve ser transportado a uma temperatura de, no máximo, 7°", diz a secretária Rosivalda Ferreira de Almeida.

Do G1 CE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.