terça-feira , dezembro 6 2016
Home / Futebol / Seleção treina chutes a gol e é “cornetada” a cada bola isolada

Seleção treina chutes a gol e é “cornetada” a cada bola isolada

Torcida criticou erros da Seleção em treino aberto em Goiânia Foto: Ricardo Matsukawa / TerraTorcida criticou erros da Seleção em treino aberto em Goiânia Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

No primeiro treinamento aberto ao público na preparação para a Copa das Confederações, a Seleção Brasileira encerrou a passagem por Goiânia com uma atividade de finalizações e não escapou das “cornetadas” de quem entrou no Estádio Serrinha. A cada bola isolada, parte do público soltava um “ahhh” seguido de comentários como “nossa, que chute ruim” e “assim não vamos ganhar”.

As “cornetadas” concorreram com a tietagem de adolescentes principalmente em cima de Lucas e Neymar. Daniel Alves passou parte do treino perto do público, a lateral direita, e tirou fotos e conversou com alguns torcedores. Cerca de 300 pessoas estiveram no local, mas em nenhum momento houve coros de incentivo ou reprovação. Apenas gritos de Neymar e Lucas.

O Brasil marcou nove gols com a equipe principal – sem contar jogos com Bolívia e Chile – desde que Felipão reassumiu o cargo em fevereiro. Apesar do número favorável, a Seleção mostrou-se falha no fundamento principalmente contra a Inglaterra no Maracanã, quando acertou apenas 11 dos 32 chutes tentados no gol. Contra a França, foram nove erros ate Oscar abrir o placar no primeiro arremate com direção certa.

Antes de treinar chutes a gol, Felipão observou um ataque contra defesa e dividiu o grupo em três times para aperfeiçoar o passe. Apesar de não separar titulares de reservas, a Seleção está escalada para enfrentar o Japão, no próximo sábado, com a seguinte escalação: Júlio César; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo e Paulinho; Oscar, Neymar e Hulk; Fred.

Ao final da atividade, alguns jogadores atenderam aos pedidos do público e distribuíram autógrafos. David Luiz, Lucas e Hernanes foram os últimos a deixarem o gramado.

Do Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.