sábado , dezembro 3 2016
Home / Futebol / Flu vence Criciúma com dois gols do zagueiro Digão

Flu vence Criciúma com dois gols do zagueiro Digão

Zagueiro marcou os dois primeiros gols na tranquila vitória do Tricolor sobre o Tigre em Macaé

Zagueiro Digão marcou dois gols na vitória do Fluminense sobre o Criciúma, em Macaé

Zagueiro Digão marcou dois gols na vitória do Fluminense sobre o Criciúma, em Macaé / Crédito:

Nelson Perez/Fluminense F.C.

O Fluminense se recuperou da eliminação na Copa Libertadores Libertadores neste domingo com uma vitória por 3 x 0 sobre o Criciúma em Macaé pelo Campeonato Brasileiro, contando com dois gols do zagueiro Digão.

De pênalti, Wellington Nem, que começou no banco de reservas, completou o placar e levou os cariocas aos seis pontos com um jogo a menos. Já os catarinenses permanecem com três pontos e amargaram a segunda derrota seguida na competição.

Os donos da casa foram melhores durante grande parte dos 90 minutos. O Tricolor das Laranjeiras criou diversas oportunidades de gol na etapa inicial e foi para o intervalo com 2 x 0 de vantagem, com gols de Digão, de cabeça, na bola parada. Na etapa final, o Tigre tentou esboçar uma reação, mas viu os cariocas marcarem o terceiro com Wellington Nem.

Na próxima rodada, a equipe carioca vai até o Paraná para encarar o Coritiba, na quinta-feira, às 21 horas (de Brasília), enquanto os catarinenses entram em campo na quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), contra o Santos no estádio Heriberto Hulse.

O jogo -O Fluminense começou a partida pressionando o Criciúma e chegando principalmente com o lateral esquerdo Carlinhos. No entanto, a zaga catarinense conseguia rechaçar o perigo. A primeira boa chance aconteceu somente aos dez minutos, em cobrança de falta de Rafael Sobis que obrigou Bruno a fazer boa defesa para salvar os visitantes.

O panorama do confronto seguiu o mesmo até os 24 minutos, quando o Fluminense abriu o placar em Macaé. Após cobrança de falta de Wagner na área, Gum escorou de cabeça e Digão apareceu para completar para as redes.

Mesmo depois do gol, os donos da casa seguiram melhores em campo e buscando o segundo. Aos 29 minutos, Wagner aproveitou saída de bola errada do Criciúma para arriscar de fora da área, só que a finalização foi para fora. O domínio tricolor era tanto que o técnico Vadão fez sua primeira substituição ainda na etapa inicial, colocando Tartá, emprestado pelo próprio clube carioca, no lugar de Tiago Dutra.

A alteração não surtiu efeito e o Fluminense aumentou a vantagem no placar aos 33 minutos. Após cobrança de escanteio de Rafael Sóbis, Digão apareceu novamente e subiu mais que a zaga para marcar o segundo de cabeça.

O Criciúma conseguiu equilibrar o duelo, também por conta do Fluminense, que diminuiu o ritmo. Os catarinenses tentavam avançar, muito por conta de Lins, mas sem perigo para Ricardo Berna. Os cariocas tinham total controle da partida e chegavam ao ataque com facilidade em boas trocas de bola, só que pecavam nas finalizações. Assim, os donos da casa foram para o intervalo com boa vantagem.

No segundo tempo, o Criciúma voltou mais ligado e quase diminuiu o marcador aos quatro minutos. Lins arriscou de fora da área e viu Ricardo Berna fazer boa defesa, espalmando para escanteio. Aos poucos, o Fluminense equilibrou a partida e o jogo passou a ser disputado em ritmo mais lento, sem chances de gol.

Somente aos 25 minutos, o Criciúma voltou a criar boa jogada. Daniel Carvalho achou Marlon pela esquerda. O lateral cruzou e Marcel apareceu livre, mas cabeceou por cima do travessão. A resposta do Fluminense veio três minutos depois com Edinho. O volante chutou de fora da área para defesa tranquila de Bruno. No minuto seguinte, foi a vez de Samuel receber cruzamento, mas finalizar de coxa, só que para fora.

Já com o controle da partida, o Fluminense não demorou para fazer o terceiro. Aos 35 minutos, Felipe deu belo lançamento para Wellington Nem, que foi derrubado dentro da área. O árbitro marcou pênalti, convertido pelo atacante.

Nos minutos finais, os cariocas seguiram melhores em campo e ainda desperdiçaram algumas chances de fazer o quarto gol em Macaé. O Criciúma já não mostrava reação e apenas esperou o apito final do árbitro.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 3 X 0 CRICIÚMA

Local: Estádio Cláudio Moacyr, em Macaé (RJ)

Data: 2 de junho de 2013, domingo

Hora: 18h30 (de Brasília)

Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima (SP)

Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Carlos Augusto Nogueira Junior (SP)

Cartões amarelos: Serginho e Elton (Criciúma)

Gols: FLUMINENSE: Digão, aos 24 e 33 minutos do primeiro tempo, e Wellington Nem, aos 35 minutos do segundo tempo

FLUMINENSE: Ricardo Berna, Wellington Silva, Gum, Digão e Carlinhos; Edinho, Diguinho, Wagner (Felipe) e Rhayner (Thiago Neves); Rafael Sóbis e Samuel (Wellington Nem). Técnico: Abel Braga

CRICIÚMA: Bruno; Pacheco, Matheus Ferraz, Ewerthon Páscoa e Marlon (Gilson); Tiago Dutra (Tartá), Serginho, Elton e João Vítor (Daniel Carvalho); Lins e Marcel. Técnico: Vadão

Por Gazeta Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.