quinta-feira , dezembro 8 2016
Home / variedades / Bombeiros orientam a respeito do perigo dos fogos nos festejos juninos

Bombeiros orientam a respeito do perigo dos fogos nos festejos juninos

Não há quem passe pelo mês de junho alheio às festas que pipocam pela cidade. Pode ser de Santo Antonio, São João ou São Pedro, não importa. O que vale é comemorar, brincando, dançando, comendo e bebendo. Muitos podem afirmar que festa junina sem rojões e balões não têm a menor graça. É claro que o colorido dos balões e a beleza das luzes dos fogos fazem com que a festividade seja mais interessante, mas o risco que muitos correm com a introdução desses divertimentos é realmente sério.

Hoje em dia, até uma criança sabe que os balões caem muitas vezes com as tochas acesas e provocam incêndios que destroem casas e matas. Balões com lanternas, feitas com rojões, são piores, podendo provocar danos ainda maiores. Interrupções na energia também podem ocorrer. De acordo com a Ampla, os equipamentos de proteção desligam-se automaticamente por causa do fogo nos fios e postes. A decoração de rua é outro problema. Faixas, bandeirolas e enfeites em geral, em contato com a rede de eletricidade podem provocar curto-circuitos.

Poucas pessoas têm conhecimento que fabricar, vender, transportar ou soltar balões deixou de ser contravenção penal e é considerado crime, conforme o artigo 42 da Lei de Crimes Ambientais, nº 9.065, de fevereiro de 1998. A pena é de detenção de um a três anos ou multa, ou ambas as penas cumulativamente. Também para a aviação os balões representam perigo.


– O Corpo de Bombeiros Orienta:

Não permita que seus filhos adquiram fogos de artifício; Acidentes graves podem acontecer com crianças ou adultos que transportam e utilizam fogos de artifício de forma irregular; Nunca transporte esses artefatos nos bolsos, pois se eles se inflamarem, você certamente será atingido; O perigo dos fogos de artifício é indiscutível. Se uma bombinha explodir nas mãos de uma criança, ou próximo de seus olhos, poderá causar mutilação ou cegueira; Deixar caixas de fósforo e/ou isqueiros ao alcance das crianças é uma imprudência grave. A atração que o fogo exerce sobre elas pode ter conseqüências extremamente danosas; Não solte balões. Eles podem causar muitos estragos, por isso é proibido. O balão pode cair aceso em florestas, residências e indústrias, produzindo grandes prejuízos e até mesmo colocando a integridade física e a vida das pessoas em risco.

O sentido da festa foi importado de Portugal, dos bairros populares de Lisboa, que no dia de São João organizavam marchas populares com bandeirolas e balões coloridos. O principal pretexto na verdade, era ouvir música portuguesa ao sabor da comida típica da região. Os patrícios freqüentavam a festa de paletó e gravata, como nas primeiras festas Joaninas realizadas no Brasil. Não aquele paletó xadrez que faz conjunto com o chapéu de palha, como se tornou comum no Brasil, e sim a roupa normalmente usada para uma ocasião especial.

Fonte: Diário de Teresópolis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.