sábado , dezembro 3 2016
Home / Futebol / Santa Cruz faz bom primeiro tempo, mas cai no final e fica no 0 x 0 com o Inter

Santa Cruz faz bom primeiro tempo, mas cai no final e fica no 0 x 0 com o Inter

Tricolor foi superior na etapa inicial, mas no final deixou o adversário se impor e dominar o jogo. Mesmo diante da pressão dos gaúchos, equipe coral segurou o empate

Paulo Paiva/DP/D.A Press
O Santa Cruz foi páreo para o Internacional. Apenas no primeiro tempo. No restante do jogo, o Tricolor teve que correr atrás do adversário e se defender bem para não sofrer o gol. Pelo menos isso conseguiu. Assim, o empate em 0 a 0, nesta quarta-feira, no Arruda, pela Copa do Brasil, foi lucro. Para seguir na competição, agora, a equipe coral vai ter que buscar o resultado no Rio Grande do Sul. Repetição do placar leva para os pênaltis. Novo empate, com gols, classifica os pernambucanos. Antes, porém, no domingo, tem a final do Pernambucano diante do Sport para se concentrar.
O Internacional cadenciou o jogo no início, com uma marcação até frouxa sobre o Santa Cruz, que jogava à vontade. Em casa e com liberdade, o Tricolor tomou a iniciativa de ir para o ataque. Tocava bem bola, com Renatinho e Raul ditando o ritmo no meio-campo. Destaque também para as boas descidas pelas laterais, com Everton Sena e Tiago Costa.
A postura inicial do Internacional, porém, foi uma espécie de armadilha. Passados os 20 minutos iniciais, os gaúchos soltaram o seu jogo. E aos poucos foi chegando. Foram cerca de 15 minutos de pressão, que o Santa Cruz, por sua vez, suportou bem, com uma marcação eficiente.
Passada a pressão, porém, o Santa Cruz se impôs novamente. E aí foi a vez do Tricolor fazer a sua blitz, nos dez minutos finais da etapa inicial. Foi o melhor momento de uma equipe no jogo, quando surgiram as principais chances da equipe coral. Cobrando falta, Raul forçou Muriel a fazer uma grande defesa. Numa tentativa de cruzamento, William Alves quase surpreendeu o goleiro, que novamente trabalhou bem. Por fim, numa bola recuperada por Dênis Marques, foi feito o cruzamento rasteiro na área, mas Caça-Rato, sozinho, não conseguiu chegar a tempo.
O jogo voltou equilibrado no segundo tempo. O Santa Cruz partia para o ataque no ímpeto, enquanto o Internacional ia na qualidade e aos poucos foi tomando o controle da partida. Os tricolores já não corriam como no primeiro tempo, dando mais espaço para o adversário tocar a bola.  
O Santa Cruz sentiu o forte ritmo imposto e parou. Já não conseguia correr nem para marcar, nem para atacar. Peças importantes no primeiro tempo como Caça-Rato, Raul e Renatinho caíram vertiginosamente de rendimento. Enquanto isso, o Inter só crescia no jogo. Era preciso agir. E Marcelo Martelotte o fez. Tirou Caça-Rato e Raul, colocando Caio Tavera e Danilo Santos. Sangue novo para fazer o time voltar a correr.
As trocas não surtiram efeito. O Santa Cruz ficou sem alternativas de ataque. E pior. Atrás ainda faltava fôlego para segurar o Internacional, que a essa altura já dominava a partida e pressionava em busca do gol. O adversário, no entanto, também não estava no melhor dos seus dias. Sem poder ofensivo, o Tricolor se segurou como pôde atrás. E no final ficou com o 0 a 0.
Ficha do jogo
Santa Cruz
Tiago Cardoso; Everton Sena, William Alves, Renan Fonseca e Tiago Costa (Nininho); Anderson Pedra, Sandro Manoel, Renatinho e Raul (Danilo Santos); Flávio Caça-Rato (Caio Tavera) e Dênis Marques. Técnico: Marcelo Martelotte
Internacional
Muriel; Gabriel, Rodrigo Moledo, Juan e Fabrício; Airton, Willians, Victor Júnior (Otávio), Fred; Diego Forlán (Caio) e Leandro Damião (Leandro Damião). Técnico: Dunga
Estádio: Arruda. Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação (BA). Assistentes: Luiz Carlos Teixeira e Adson Márcio Lopes Leal (ambos da BA). Gols: Cartões amarelos: Rodrigo Moledo, Fred, Airton, Victor Júnior, Gabriel (I), Tiago Costa, Anderson Pedra, William Alves (SC). Público: 15.072. Renda: R$ 184.630.
Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.