sábado , dezembro 3 2016
Home / Esportes / Ex-craque do Basquete Oscar Schmidt luta contra um câncer no cérebro

Ex-craque do Basquete Oscar Schmidt luta contra um câncer no cérebro

Responsável pelo caso, neurologista Marcos de Queiroz diz que ex-jogador tem feito suas atividades normalmente: ‘Falou que ia dar uma palestra hoje’

Basquete Oscar Schmidt 1996 (Foto: Ag. Estado)Oscar Schmidt nas Olimpíadas de Atlanta, em 1996
(Foto: Ag. Estado)
Maior nome do basquete brasileiro de todos os tempos, o ex-jogador Oscar Schmidt, de 55 anos, luta contra um câncer no cérebro. Ele passou por uma cirurgia no fim de abril, no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Agora, está fazendo sessões de radioterapia. Segundo o médico de Oscar, o neurologista Marcos de Queiroz, a decisão de fazer a operação aconteceu por conta de um aumento no tumor que o ex-atleta tinha desde 2011.
– Nós operamos na primeira vez em maio de 2011. O tumor já era maligno em 2011, mas de baixo grau (2). Optamos apenas por seguir com exame de imagem constantes. Em abril, ele fez uma nova ressonância e apontou um crescimento (grau 3). Optamos por operar, apesar de o Oscar estar ótimo – disse Marcos de Queiroz.
A escala de gravidade dos tumores vai de 1, o único considerado benigno, a 4, o mais grave. De acordo com o médico, que recebeu autorização de Oscar para comentar o caso, o tumor retirado era mais agressivo e, por isso, precisou ser retirado. Para evitar que resquícios se alastrem, o ex-jogador precisa fazer sessões de radioterapia.
– Removemos o tumor e, nesta segunda amostra, a malignidade do tumor era maior. Isso significa que ele é mais agressivo, em termos de velocidade e invasão do cérebro. Por isso, ele está fazendo radioterapia e depois seguirá para a quimioterapia – disse.
cbb campanha força oscar basquete (Foto: Reprodução/Twitter CBB)A Confederação Brasileira de Basquete deu força para Oscar pelo Twitter  (Foto: Reprodução/Twitter CBB)
Apesar de todo o susto, Marcos de Queiroz afirma que Oscar está bem e tem levado uma vida normal.
– Mal ele não está. Está em casa. Voltou a fazer suas atividades normais e falou que ia dar palestra hoje, que fiquei sabendo. As funções cerebrais estão normais. O risco é a resposta do tumor à quimioterapia. O prognóstico médio é de que ele tenha uma sobrevida de qualidade por vários anos sem nenhum dano nas funções cerebrais – disse.
Segundo o neurologista, apesar do problema, Oscar estará nos Estados Unidos, em setembro, para a cerimônia de entrada no Hall da Fama do Basquete Mundial.
– Uma das coisas mais importantes para todos os brasileiros que gostam de esporte é que em setembro ele estará bem na cerimônia do hall da fama do basquete – completou.
Recordista de pontos
Oscar é considerado um dos maiores jogadores de basquete de todos os tempos. O ex-atleta é o recordista mundial de pontos, com 49.703, superando o americano Kareem Abdul-Jabbar. O recorde é extraoficial, pois não havia súmulas de todos os jogos de Oscar no Brasil.
O Mão Santa foi o líder de um dos maiores feitos do basquete mundial. Em 23 de agosto de 1987, o Brasil foi campeão dos Jogos Pan-Americanos ao bater os Estados Unidos em Indianápolis, casa dos americanos, na final.
Oscar também foi bronze no Mundial de 1978, nas Filipinas. O ex-jogador participou de cinco Olimpíadas (Moscou, Los Angeles, Seul, Barcelona e Atlanta). A melhor colocação do Mão Santa com a seleção brasileira foi um quinto lugar, em Barcelona, 1992, e Seul, 1988.
Flamengo faz corrente por Oscar
Ídolo do basquete do Flamengo, onde conquistou o Campeonato Carioca em 1999 e 2002, Oscar recebeu força do rubro-negro na luta contra o câncer. Pelo Twitter oficial, o clube iniciou uma corrente de apoio ao ex-jogador.
– #forçaOscar Desejamos a melhor recuperação para o nosso cestinha, campeão carioca em 99 e 2002. Participem dessa corrente, nação! – diz o Twitter do Flamengo.
Além do rubro-negro, Oscar começou a carreira pelo Palmeiras, na base. Também jogou no Mackenzie. Como profissional, teve passagens pelo Palmeiras, Sírio (SP), Caserta e Pavia, da Itália, além do Valladolid, da Espanha. Na volta ao Brasil, jogou pelo Corinthians, Bandeirantes (SP), Bauru e Flamengo.
Basquete Twitt do Flamengo sobre o Oscar  (Foto: Reprodução/Twitter)Flamengo deseja melhoras para o Mão Santa, campeão pelo Fla em 1999 e 2002 (Foto: Reprodução/Twitter)

Do Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.