domingo , dezembro 4 2016
Home / Futebol / América-RN estreia com derrota na Série B do Brasileiro

América-RN estreia com derrota na Série B do Brasileiro

Uma vitória construída em meio a oscilações fez o Figueirense somar os três primeiros pontos na Série B. Em tarde de sentimentos distintos pela estreia, ao precisar sofrer o primeiro gol do América-RN para acordar no estádio Orlando Scarpelli, o time de Florianópolis deu mostras do seu poder dentro de casa. A virada finalizada em 3 a 2 se deve ao trio ofensivo: Ricardinho, Pablo e, principalmente, Rafael Costa.
A vitória do Figueirense se fez após o América-RN abrir o marcador, com Cascata, aos 28 minutos da primeira etapa. Atrás do placar, o alvinegro buscou a virada com Pablo e Rafael Costa, ainda no primeiro tempo. Aos 12 do segundo, Rafa ainda ampliou para o time da casa. Autor do primeiro gol da partida, o atacante do Mecão fez mais um no fim e descontou para a equipe potiguar.

Figueirense e América-RN voltam ao campo na próxima terça-feira. O Alvinegro viaja até Belo Horizonte para encarar o América-MG, no estádio Independência, às 21h50m (de Brasília). O Mecão, recebe, no estádio Barretão, às 19h30m, o Icasa. As partidas serão válidas pela segunda rodada da Série B do Brasileiro.

Rafael costa gol Figueirense (Foto: Eduardo Valente / Ag. Estado)Rafael Costa marca dois na vitória do Alvinegro (Foto: Eduardo Valente / Ag. Estado)

Mecão sai na frente, mas Alvinegro vira ainda no primeiro tempo

Um primeiro tempo com uma mescla de sentimentos. Frio, o América-RN esteve seguro e bem postado no setor defensivo, para, ao ter chance de contra-atacar, o fazer. E assim o fez. Após investidas, sem sucesso, dos donos da casa, com William Magrão e Rafael Costa, logo nos primeiros minutos, o Mecão foi mais eficiente e balançou às redes. Em chute rasteiro, de Cascata, após erro na saída de bola alvinegra, o 1 a 0 era reflexo do aproveitamento da equipe visitante.

Impacientes, os torcedores do Figueirense pressionaram sua equipe que aparentava ter de sofrer o gol para acordar. Em dez minutos, o time alvinegro fez mais do que todo o primeiro tempo inteiro. Assim, com Rafael Costa como destaque as oportunidades foram criadas. Em giro rápido, aos 37 minutos, o atacante acertou o travessão, e Pablo marcou, de primeira, o empate alvinegro.

Com o placar igualado, veio a virada. Pressionado, o América-RN manteve a postura que dava certo, de utilizar os erros alvinegros para criar chances. No entanto, aos 44 minutos, o Figueirense usou as armas do rival para marcar o segundo. Em descida rápida pela direita, após jogada no contra-ataque do time de Natal, Ricardinho fez o cruzamento para área e, em dividida, Pablo e Rafael Costa empurraram para a rede do goleiro Rodrigão. A arbitragem validou o tento para o camisa 9, que vibrou com raiva junto aos torcedores alvinegros.

Willian Magrão Rui Cabeção  (Foto: Renan Koerich)Figueira vence o primeiro confronto pela Série B
(Foto: Renan Koerich)

Figueirense administra, amplia e derrota o América-RN
Ao cair o sol e o frio chegar ao Orlando Scarpelli, o ritmo da partida também diminuiu. As duas equipes permaneceram com postura igual a da primeira etapa. O Figueirense com a bola nos pés, e o América-RN na defesa em busca de contra-ataques. Porém, as finalizações dos donos da casa começaram a surtir mais efeito.

Com dificuldades de criar jogadas ofensivas, o Mecão teve de tentar de longe, da intermediária, com o volante Fabinho, que acertou o travessão, aos sete minutos. Esta seria a melhor chance do time de Natal na etapa final, a não ser pelo gol no último lance da partida.

Tudo porque a dupla Rafael Costa e Ricardinho voltariam a funcionar. Pela esquerda, em jogada individual e de velocidade, o meia fez cruzamento forte, quase um tiro para o gol. O goleiro Rodrigão teve de rebater e, o oportunista, o camisa 9, de biquinho, tocou para as redes, para marcar o seu segundo seguido.

Após o quarto gol da partida, os times diminuiram o ritmo e pouco produziram, a não ser pela pancada de Ricardinho, aos 40 minutos, no travessão de Rodrigão. Nos acréscimos, Cascata, outra vez, aproveitou cruzamento na área para escorar, com a perna direita e diminuir o placar. No entanto, já não havia mais tempo para o Mecão: 3 a 2, e os primeiros três pontos ficaram com o Figueirense.

Do Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.