domingo , dezembro 4 2016
Home / Educação / RN terá 1º curso de Pedagogia do país com base na metodologia freireana

RN terá 1º curso de Pedagogia do país com base na metodologia freireana

Curso será no Memorial Paulo Freire no campus da Ufersa, em Angicos.
Construção do memorial começará em 2013 com recursos do MEC.

A Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), localizada em Angicos, município a cerca de 170 quilômetros de Natal, terá o primeiro curso de Licenciatura em Pedagogia do país com base na pedagogia freireana. O curso de formação, em fase de elaboração do projeto por comissão constituída, é mais uma conquista da universidade a partir da aprovação do projeto do Memorial Paulo Freire: Museu e Centro de Formação.

De acordo com a coordenadora do projeto do Memorial, professora Dr.ª Rita Diana de Freitas Gurgel, o conjunto arquitetônico começará a ser erguido no campus da UFERSA de Angicos em 2013, inicialmente com apoio financeiro do Ministério da Educação (MEC).

A assinatura da ordem de serviço de construção do memorial será assinada nesta terça-feira (2).

A constituição desse memorial significará um marco histórico para a cidade de Angicos onde Paulo Freire realizou a experiência de alfabetização de adultos, conhecida pelas 40 Horas de Angicos, na qual foram alfabetizados cerca de 300 angicanos, em 1963. Para a coordenadora do projeto, preservar a memória viva da exitosa experiência de Paulo Freire faz parte da responsabilidade social e se enquadra nas ações do tripé universitário, ou seja, da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão.

Rita Diana explica que o curso de licenciatura em Pedagogia, terá o objetivo fundamental de formar profissionais com competências e aptidões compostas por uma pluralidade de conhecimentos teóricos e práticos que possibilitem a atuação crítica, reflexiva, contextualizada e inovadora, na educação básica, com ênfase na pedagogia freireana.

Além de um curso de formação, o Memorial Paulo Freire será um espaço de registro e difusão dos bens da cultura material e imaterial produzidos por Paulo Freire e do povo que abriga a região semiárida, através da oferta de exposições permanentes (fotográfica e digital), de exposições temáticas periódicas, apresentações culturais; de realização de oficinas, palestras, congressos, colóquios, seminários e cursos, em estreita relação com as políticas públicas de melhoria da educação básica e de incentivo à cultura.

O memorial será ainda local de registro e de resgate sistemático da memória histórica e cultural da Educação de Jovens e Adultos e da Educação Popular na região do semiárido norteriograndense e espaço de concepção e de execução de práticas inovadoras e interdisciplinares à proposta pedagógica de Freire, na modalidade de Educação de Jovens e Adultos.

Do G1 RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.