sexta-feira , dezembro 2 2016
Home / Polícia / Preso no Espírito Santo, homem suspeito de abusar sexualmente três menores

Preso no Espírito Santo, homem suspeito de abusar sexualmente três menores

Segundo a polícia, um exame do DML confirmou o abuso.
As vítimas eram aliciadas pela internet, em redes sociais.

Suspeito de abusar sexualmente de menores é preso na Serra. (Foto: Wagner Martins/TV Gazeta)Suspeito de abusar sexualmente de menores é
preso na Serra. (Foto: Wagner Martins/TV Gazeta)

Um homem de 56 anos suspeito de estuprar três menores de idade foi preso na noite desta sexta-feira (5), na Serra, Espírito Santo. A polícia chegou até ele depois que a família de um dos meninos denunciou. Uma mãe percebeu o comportamento diferente e conversando, conseguiu saber o que havia acontecido. Segundo a polícia, um exame do Departamento Médico Legal (DML) confirmou os abusos. As vítimas eram aliciadas pela internet.
O homem foi preso na casa dele, na Serra. De acordo com a polícia, ele é suspeito de abusar de dois meninos, de 7 e 9 anos; e de um adolescente, de 14. O delegado Érico Mangaravite explica que o detido se aproximava primeiro da família das vítimas. “A partir do momento em que ele conquistava a família das vítimas e a confiança das crianças, ele atraia elas para a casa dele, que tem jogos eletrônicos e muito artigo de diversão. Ele se aproveitava dessas oportunidades para abusar sexualmente dos meninos”, disse o delegado.
Outro meio que o suspeito usava era a internet. Por meio de uma rede social, ele conversava e marcava encontro com os meninos. “E nessas conversas, fica muito claro que o interesse dele era, realmente, o aliciamento dessas vítimas para fins sexuais. A linguagem usada era explícita. Ele faz convites para as vítimas irem ao encontro dele para acontecer essas relações. Ficou muito óbvio”, comentou Mangaravite.
O delegado faz um alerta às famílias e diz que é preciso muita atenção às amizades dos jovens nas redes sociais. Muitos criminosos usam a internet para aliciar crianças e adolescentes. Segundo Mangaravite, o homem também ameaçou as vítimas caso elas revelasse os abusos para a família.
Fonte: G1 ES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.