quarta-feira , dezembro 7 2016
Home / Polícia / Natal: Bandidos liberam refém após três horas de negociação

Natal: Bandidos liberam refém após três horas de negociação

Representante dos Direitos Humanos foi ao local para negociar.
Trio foi preso e refém libertado em segurança: ‘Estou tranquilo’, disse.

Luciano Bezerra passou 3 horas em poder dos criminosos (Foto: Victor Lyra/G1)Luciano Bezerra passou 3 horas em poder dos
criminosos (Foto: Victor Lyra/G1)

"Estou tranquilo, felizmente acabou tudo bem", falou aliviado o professor Luciano Bezerra, de 50 anos, feito refém por cerca de três horas na casa onde mora no bairro de Ponta Negra, zona Sul de Natal. Após a visita do presidente do conselho de Direitos Humanos do RN, Marcos Dionísio, os três assaltantes se renderam e foram conduzidos para a Delegacia de Plantão Zona Sul.

A presença do representante foi a condição que o trio deu para se render. Os criminosos também exigiram falar com as companheiras e com a imprensa. A polícia atendeu a todos os pedidos e intermediou a negociação.

"Eu vim para garantir a integridade física. Minha presença deixou os criminosos mais calmos. A polícia agiu de forma correta. Foi um brilhante trabalho da Polícia Militar", destacou Marcos Dionísio, presidente do conselho de Direitos Humanos do Rio Grande do Norte.

Depois de receberem a visita de jornalistas, companheira, mãe e de uma criança, os criminosos também exigiram falar com representantes dos Direitos Humanos. O pedido foi atendido pela polícia, e por volta das 23h o refém foi libertado. Sem violência, o trio foi conduzido para a Delegacia de Plantão Zona Sul, onde será registrado o flagrante delito.

Trio foi levado para a Delegacia de Plantão Zona Sul (Foto: Victor Lyra/G1)Trio foi levado para a Delegacia de Plantão Zona
Sul (Foto: Victor Lyra/G1)

Os três assaltantes invadiram a casa do professor Luciano Bezerra, na Rua Praia de Pititinga, onde o mantiveram refém por aproximadamente três horas. A primeira equipe de segurança a chegar ao local foi a Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas (Rocam), que iniciou a negociação. Policiais do Bope e do Batalhão de Choque da PM chegaram depois, bem como duas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

"Era um assalto, mas acabou virando um sequestro, já que eles não conseguiram fugir do local. Eles fizeram o homem refém para conseguir despistar a polícia. Felizmente conseguimos prendê-los", afirmou o tenente Tarso Nascimento, que intermediou as negociações.

Do G1 RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.