sábado , dezembro 10 2016
Home / Futebol / Brasil de Felipão empata com Chile e é vaiado no novo Mineirão

Brasil de Felipão empata com Chile e é vaiado no novo Mineirão

No primeiro jogo num dos estádios reformados para a Copa do Mundo de 2014 a seleção brasileira empatou com o Chile e teve uma prova da pressão que sofrerá jogando em casa. Durante o amistoso, que encerrou em 2 a 2, no Mineirão, o time ouviu vaias e Neymar, que até marcou um gol, foi xingado e chamado de "pipoqueiro". Nos minutos finais da partida houve gritos de olé para as sequências de passes trocados pelos chilenos.

Desentrosado, o time de Luiz Felipe Scolari abusou dos erros de passe e marcação. A equipe tampouco teve criatividade para criar jogadas. Ronaldinho, capitão do time e camisa 10, teve atuação apagada e burocrática.

O Chile começou o amistoso melhor que o Brasil, que errava muitos passes. Com mais posse de bola e veloz, conseguiram abrir o placar já aos 7 minutos.

Depois de uma cobrança de falta, a bola chega à área do Brasil. Cortes tenta o cabeceio e Marcos González, tocou de cabeça, já com Diego Cavalieri vencido.
O Brasil dava sinais claros de desentrosamento de um time que nunca havia jogado junto. Erros de passe eram constantes.
Enquanto o time sofria em campo, a torcida dava seus primeiros sinais de insatisfação. ?Queremos raça, time do povo!?, gritavam.
Logo após as queixas, o Brasil conseguiu acertar sua primeira jogada. Apos um cruzamento, em cobrança de escanteio, de Neymar Rever cabeceou para o gol.
Depois do empate, o Brasil seguia mostrando fragilidade e era atacado pelos chilenos, que tinham mais posse de bola. O time de Luiz Felipe Scolari, porém, criava algumas chances de gol. Na mais clara, Neymar, na cara do goleiro Herrera, isolou a bola. O santista foi vaiado e xingado pelos torcedores no Mineirão após o lance.
No segundo tempo, Felipão fez duas mudanças no time. Pato entrou no lugar no Leandro Damião e Henrique substituiu Dedé.
Com Pato em campo, o time ganhou mais velocidade no ataque. Foi num lance com o atacante do Corinthians que saiu o segundo gol
brasileiro. Ele recebeu ótimo passe de Jadson e tocou para Neymar marcar o gol. 
Os chilenos reagiram. Vargas viu Cavalieri mal colocado e arriscou um chute de fora da área. A bola entrou no canto esquerdo e o placar estava empatado. 

BRASIL X CHILE
Local: Mineirão, Belo Horizonte
Arbitragem: Carlos Amarilla
GOLS:
Brasil: Rever, Neymar
Chile: Gonzaléz e Vargas
CARTÕES:
Brasil: Ronaldinho Gaúcho
Chile: Álvarez, Muñoz
PÚBLICO: 53.331

BRASIL: Diego Cavalieri, Jean (Marcos Rocha), Dedé (Henrique), Rever, Andre Santos; Ralf (Fernando), Paulinho, Jadson (Osvaldo), Ronaldinho, Neymar e Leandro Damião (Alexandre Pato). Técnico: Luiz Felipe Scolari?

CHILE: Herrera; Álvares, Rojas, González, Mena, Reyes, Meneses (Muñoz), Leal, Cortés (Fuenzalida); Vargas e Rubio. Técnico: Jorge Sampaoli

Do UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.