sábado , dezembro 10 2016
Home / Justiça / Apontado como o executor de Eliza Samudio, Bola começa a ser julgado hoje na Grande BH

Apontado como o executor de Eliza Samudio, Bola começa a ser julgado hoje na Grande BH

Ex-policial civil é acusado de homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver

bola

Bola está preso em São Joaquim de Bicas, na Grande BH

Publicidade

O ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, começa a ser julgado nesta segunda-feira (22) pela participação na morte de Eliza Samudio, ex-amante do goleiro Bruno Fernandes, no Fórum de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. Bola é apontado como o executor da modelo.

Segundo o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) o julgamento está previsto para começar às 9h e deve durar até o início da noite. Para a juíza Marixa Fabiane Rodrigues, a sentença deve ser conhecida em no máximo três dias.

Ao todo, dez testemunhas serão ouvidas no tribunal. O Ministério Público convocou quatro pessoas. Já os advogados Fernando Costa Magalhães e Ércio Quaresma, que defendem Bola, chamaram seis testemunhas.

No primeiro dia os sete jurados que definirão o destino do ex-policial serão selecionados. Eles vão ser escolhidos pelo promotor Henry Vasconcelos e pela defesa do réu a partir de um grupo de 25 pessoas já pré-selecionadas.

Em março deste anos, durante o julgamento do goleiro, Bola foi citado pela primeira vez por outro réu do caso. O próprio Bruno confessou que Marcos Aparecido, junto com Luiz Henrique Romão, o Macarrão, matou Eliza por esganamento. A jovem ainda teve parte do corpo comido por cães.

Marcos Aparecido dos Santos, que deveria ter sido julgado em janeiro, teve seu processo desmembrado. Ele é acusado de homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver. Somadas, as penas podem chegar a 33 anos de prisão.

Do R7

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.