quinta-feira , dezembro 8 2016
Home / RN / Segurança é tema de audiência pública na Câmara Municipal de Currais Novos

Segurança é tema de audiência pública na Câmara Municipal de Currais Novos

Segurança 02Segurança 03

A Câmara Municipal de Currais Novos realizou nesta quinta-feira, 14, audiência pública para discutir a segurança no município, que nos últimos anos apresentou um crescimento nos números de ocorrências policiais e no tráfico de drogas. A audiência contou com a participação do prefeito Vilton Cunha, do juiz da Comarca de Currais Novos, Marcus Vinícius Pereira, a promotora Mariana Barbalho, o delegado do município, Petrus Antonnius, policiais civis, militares e rodoviários, o delegado regional, Getúlio Medeiros, vereadores e sociedade. O Grupo de Apoio à Segurança, instituído há pouco mais de um mês, apresentou um diagnóstico da segurança municipal e indicou algumas prioridades. O presidente da subseccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Currais Novos, José Maria Rodrigues Bezerra, fez uma análise da estrutura do Centro de Detenção Provisório do município, que está parcialmente interditado. “As condições no local são desumanas”, disse. No último dia 19 de fevereiro, após inspeção ao CDP, o juiz Marcus Vinícius determinou a interdição para impedir o recebimento de novos presos até a solução dos sérios problemas encontrados, como celas sem janelas amplas que possibilitem a circulação de ar e as péssimas condições sanitárias. O juiz apontou algumas causas para a atual situação da segurança no estado e disse que “quem solta os presos é o governo que não investe em segurança”. De acordo com Marcus Vinícius, a omissão do governo gerou a falta de segurança. “Hoje, estamos discutindo o final do problema”, finalizou o magistrado, e pediu ao legislativo e executivo municipal, políticas públicas efetivas voltadas à criança e o adolescente. O prefeito afirmou que tem a obrigação legal em trabalhar em prol da cidade, e que irá buscar junto à sociedade, melhorias em todos os setores, como a segurança. “Queremos fortalecer os programas sociais como AABB Comunidade e PETI, e temos o compromisso de que todas as escolas sejam de tempo integral, fazendo com que nossas crianças e adolescentes possam permanecer mais tempo na escola e participem de atividades educativas e esportivas”, disse Vilton. O Conselho Tutelar do município divulgou um dado preocupante: Cerca de 80% das ocorrências que chegam ao Conselho, e que envolvem crianças e adolescentes, são causadas por conflitos familiares e envolvimento com drogas. O delegado Petrus apontou a falta de efetivo policial como um dos problemas, o que compromete a parte de investigação dos crimes. O Grupo de Apoio à Segurança junto aos poderes executivo, legislativo e judiciário curraisnovense, irá enviar um documento à Secretaria Estadual de Justiça sobre a audiência pública, e pedir ações de combate à insegurança no município.

Fonte: Prefeitura de Currais Novos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.