sexta-feira , dezembro 9 2016
Home / Política / PT expulsa 11 filiados em Campinas que participam de governo do PSB

PT expulsa 11 filiados em Campinas que participam de governo do PSB

Direção do partido em Campinas expulsa filiados que apoiam governo do PSB que derrotou PT na eleição

SÃO PAULO Onze petistas que ocupam cargos de confiança no governo do PSB em Campinas, interior de São Paulo, foram expulsos do partido. A decisão foi tomada em duas sessões. A primeira, na terça-feira passada, expulsou o vereador Jaírson Valério dos Anjos, nomeado secretário municipal do Trabalho e Renda. No sábado, outros dez processos foram concluídos. São petistas que ocupam cargos de confiança no segundo e terceiro escalões da prefeitura de Campinas.

Embora aliados no plano federal, PT e PSB são adversários políticos no município paulista. Eles protagonizaram uma disputa eleitoral acirrada no ano passado, em que Jonas Donizette (PSB) levou a melhor sobre Márcio Pochmann (PT), atual presidente da Fundação Perseu Abramo.

Os punidos poderão recorrer ao Diretório Estadual do PT. Mais oito casos seguem em análise na Comissão Processante do PT municipal.

— Nós devemos respeito ao eleitor que nos apoiou na eleição. Somos oposição. Essa foi uma decisão tomada pelo partido em resolução de novembro do ano passado e precisa ser acatada — argumentou o presidente municipal do PT, Ari Fernandes.

Sete dos 11 expulsos tinham processos disciplinares abertos no partido desde 2012 por terem integrado o governo do ex-prefeito e adversário do PT, Pedro Serafim (PDT).

A reunião que oficializou a expulsão foi marcada por confusão. Um grupo de petistas contrário à punição abandonou o encontro na tentativa de que não houvesse quórum para uma tomada de decisão. Dos 45 membros do diretório, 25 permaneceram — 24 votaram a favor da expulsão.

O Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.