sexta-feira , dezembro 9 2016
Home / RN / Ministro da Justiça anuncia novas unidades prisionais para o RN

Ministro da Justiça anuncia novas unidades prisionais para o RN

Ministro José Eduardo Cardozo (Foto: Fernanda Zauli/G1)José Eduardo Cardozo (Foto: Fernanda Zauli/G1)

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, anunciou na noite desta sexta-feira (8) que o Rio Grande do Norte será contemplado no programa de modernização do sistema prisional nacional. O ministro não soube precisar quantas unidades penitenciárias podem ser construídas no estado, mas afirmou que irá se reunir com a governadora Rosalba Ciarlini neste sábado (9), em Natal, para tratar do programa.

“O Ministério da Justiça tem um programa de modernização do sistema penitenciário nacional que deve investir R$ 1 bilhão em todo o país até 2014 e o Rio Grande do Norte está contemplado nesse programa. Eu irei me reunir com a governadora justamente para tratar desse programa”, disse José Eduardo Cardozo.

O ministro informou ainda que o diretor do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), Augusto Rossini, também irá participar da reunião.  Segundo o ministro, o programa prevê a construção de 40 mil vagas no sistema prisional nacional até 2014. “Nós estamos com uma parceria forte com os governadores para atingir essa meta. Sabemos que a construção dessas 40 mil novas vagas não irá resolver o problema do sistema prisional do país porque o déficit é bem maior, mas eu acho que já será um bom alívio para o Brasil”, disse o ministro.

Segundo José Eduardo Cardozo, a construção  de uma unidade prisional demora, em média, um ano e meio. “Por isso nós queremos que esse programa esteja a todo vapor agora, para que em dezembro de 2014 nós possamos entregar unidades prisionais”.

As declarações do ministro ao G1 foram feitas durante jantar em homenagem ao presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, realizado por federações de vários setores da economia do Rio Grande do Norte na noite desta sexta-feira (8), em Natal.

Do G1RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.