quarta-feira , dezembro 7 2016
Home / RN / Catadores participam de reunião para definir criação de cooperativa em Currais Novos

Catadores participam de reunião para definir criação de cooperativa em Currais Novos

image

Desenvolver o setor de reciclagem e proporcionar uma melhor renda aos catadores de resíduos é um dos objetivos da criação da cooperativa dos catadores de Currais Novos, que está sendo discutida desde a última terça-feira, 12 de março, com um grupo de pessoas que realizam a coleta e reciclagem de materiais. Nesta quarta-feira, 20, o grupo participou de uma reunião com a coordenadora do projeto, Chamklea Aragão, e com o gerente do SEBRAE em Currais Novos, Célio Moura. A Prefeitura Municipal de Currais Novos através da subcoordenadoria de Meio Ambiente, tem como meta implantar a cooperativa como forma de impulsionar a atividade de reciclagem e multiplicar a renda dos que trabalham nesse setor. De acordo com Daniel Gustavo, subcoordenador de Meio Ambiente da prefeitura, a criação da cooperativa é viável, e que um projeto está sendo elaborado para ser encaminhado ao Fundo Nacional do Meio Ambiente – FNMA, que oferece financiamento aos municípios que já contem com uma cooperativa de catadores de materiais recicláveis, voltadas diretamente às atividades de coleta seletiva. Os valores do repasse variam de R$ 100 mil a R$ 300 mil e são gerenciados pela própria cooperativa. A linha temática de financiamento vem de encontro das metas da Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS (Lei 12.305/2010), a qual dá prioridade para a organização de cooperativas com a coleta seletiva solidária – aquela que inclui catadores de materiais recicláveis na cadeia produtiva. A Lei estabeleceu o prazo até 2014 para Prefeituras se adequarem, acabando com lixões e implantando a coleta seletiva. O próximo encontro com os catadores acontecerá na próxima segunda-feira, 25 de março, no CCI, a partir de 17h, para a análise e aprovação do estatuto social da cooperativa.

Na última terça-feira, 19, prefeitos e secretários de meio ambiente da região do seridó, se reuniram em Caicó para discutirem o Plano Estadual de Gestão Integrada dos Resíduos Sólidos e a construção do Aterro Sanitário do Seridó, entre os municípios de Caicó e São José do Seridó. Os municípios devem realizar algumas ações e a construção de estruturas como exigência do Plano. Para Currais Novos, o plano definiu algumas ações: Término do aterro sanitário, que deverá ter início em junho, de acordo com Daniel; a construção de uma PEV – Ponto de Entrega Voluntária de Recicláveis, como uma “coleta seletiva”, onde a população poderá fazer a entrega de materiais recicláveis, que serão utilizados pela Cooperativa; Unidade de Triagem dos materiais; Estação de Transbordo, local para os rejeitos que não podem ser reciclados, que posteriormente serão enviados para o Aterro Sanitário do Seridó. O projeto poderá contar com possíveis modificações. Os recursos do Plano Estadual de Gestão Integrada dos Resíduos Sólidos são provenientes da emenda do Senador Garibaldi Alves, no valor de R$ 20 milhões, onde R$ 8 milhões serão destinados ao Seridó. Na reunião ficou definido que o próximo encontro dos prefeitos e secretários de meio ambiente acontecerá em Currais Novos no dia 19 de abril.

Da Prefeitura de Currais Novos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Você não tem permissão para usar essa função.